Notícias

Vozes da Cidade seleciona e faz formação com 30 adolescentes

08/07/15 14:51 - Notícias

8 de julho de 2015

Vozes da Cidade seleciona e faz formação com 30 adolescentesO Vozes da Cidade selecionou, no último dia 3 de julho, trinta adolescentes para participarem da Formação sobre seus Direitos de Participação Política e de Competências para a Vida. O início dos trabalhos foi na segunda, dia 6 de julho, na Escola Baiana de Medicina e Saúde Pública, quando as duas turmas, uma em cada turno, foram iniciadas com uma apresentação do projeto. Cada participante teve a oportunidade de tirar dúvidas, falar um pouco de sua trajetória de vida e debater alguns temas relativos ao processo de participação social e política.

O primeiro dia da formação, que segue até sexta, dia 10, contou com a presença da equipe do Vozes da Cidade e da coordenadora do Unicef em Salvador, Helena Oliveira. Durante a apresentação o coordenador geral do projeto, José Humberto Silva, demonstrou o quanto a participação dos adolescentes será importante tanto para eles como para o Vozes da Cidade. “Vocês estão tendo a oportunidade de participar e contribuir com uma proposta de redução das desigualdades que afetam todos vocês e a seus pares, bem como as crianças da cidade do Salvador. É um projeto pioneiro na cidade, pois, pela primeira na nossa história, adolescentes são escutados sobre suas demandas e sendo convidados a pensar coletivamente ações de intervenções para os problemas existentes.”

À medida que o projeto era apresentado, a empolgação dos adolescentes e a vontade de participar eram traduzidas em perguntas e debates que surgiram ao longo da exposição. Expressas também no entusiasmo com que contavam as suas vivências de incidência políticas e a participação em seus respectivos coletivos. “Quero muito participar do projeto, pois se trata de uma iniciativa incrível, na qual estarei mobilizando e conscientizando adolescentes sobre a importância de incidirem politicamente, combatendo a ‘adultocracia’ e as desigualdades sociais, o que já faço no meu coletivo”, disse Aíla Oliveira Santana, 17 anos, participante do coletivo Enegrecer.

Se depender de identificação e vontade, Otacílio Silva, 16 anos, do coletivo Power Dance Crew, será um dos vinte adolescentes  a acompanhar os coordenadores de área no trabalho de mobilização e escuta nas dez regiões administrativas da cidade. “Quero muito ficar porque é um projeto que vai ajudar os adolescentes e crianças em diferentes áreas como saúde e educação, mas também vai levá-los a ter uma maior convivência social, política e intelectual. Além disso, é uma oportunidade para nós nos expressarmos e aprender a debater e buscar os nossos direitos”, disse.

Eles também foram informados sobre a dinâmica da formação que, ao longo dos 5 dias, terá como base a publicação Competências para a Vida, desenvolvida metodologicamente pelo UNICEF. Desenvolver preferências estéticas e sensibilidade cultural e artística, bem como adotar atitude ambiental responsável são duas das competências que serão trabalhadas por técnicos da Coelba, empresa parceira do UNICEF e apoiadora do projeto Vozes da Cidade. Outras competências essenciais à formação dos adolescentes serão desenvolvidas por profissionais da avante ao longo dos outros dias trabalho.

O Vozes da Cidade: crianças e adolescentes participando da construção de Salvador é um projeto inscrito na iniciativa do UNICEF Plataforma dos Centros Urbanos (PCU), que está acontecendo em mais sete capitais do país. Tendo a Avante-Educação e Mobilização Social como parceira técnica local, o projeto é uma realização conjunta da Prefeitura Municipal de Salvador, do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) e do UNICEF.

Regua de marca do vozes para aplicar nas matérias