Notícias

SMED e Avante incluem familiares como coautores de material de Educação Infantil

24/03/15 14:32 - Notícias

24 de março de 2015

SMED e Avante incluem familiares como coautores de material de Educação Infantil“É a primeira vez que participo de um evento com esse objetivo. Acho que construir com os pais é a melhor forma de encontrar uma educação de qualidade para as crianças”. Assim expressou Gicélia Maria da Silva Evangelista a alegria de estar fazendo parte do Programa de Desenvolvimento da Educação Infantil (PRODEI). Sua neta de quatro anos estuda na creche Lindaura de Mendonça, no bairro de Fazenda Grande. O inédito processo de construção participativa da proposta curricular e de materiais para a Educação Infantil (EI) para a rede municipal de Salvador, está produzindo materiais para as crianças, professores e para o coletivo das instituições. Inclui também materiais de orientação para os pais, que colaboram com a definição de conteúdos que consideram relevantes.

Para produzir os materiais, a Secretaria Municipal de Educação (SMED) de Salvador e a Avante – Educação e Mobilização realizam, em parceria, rodas de conversas entre os públicos para os quais os materiais serão destinados. A primeira roda com os pais das crianças foi realizada no dia 6 de março, na Biblioteca Central dos Barris. A reunião, mediada pelas consultoras associadas da Avante, Ana Luiza Buratto, especializada em família na sociedade contemporânea, e Rita Margarete, coordenadora do PRODEI, contou com a presença de pais, tios e avós das crianças, além de representantes da secretaria de educação e de conselhos escolares.

A ideia da roda de conversa é construir os materiais de forma a contemplar as necessidades dos familiares, tornando-os parceiros da rede municipal no processo de educação das crianças. “Não queremos dizer o que vocês precisam saber, queremos saber o que vocês querem e sentem que precisam saber”, disse Rita Margarete na roda de conversa, ao ressaltar o valor que a Avante e a SMED veem em um processo colaborativo de construção como este. “É um privilégio estar trocando saberes com vocês, pois estamos certos de que temos muito a aprender nessa troca”, concluiu.

Satisfação

Ao final, eles não escondiam a satisfação por estar envolvidos num processo de construção que vai melhorar a vida de seus filhos, sobrinhos e netos. “Fiquei muito feliz de saber que existe uma equipe trabalhando com as famílias, buscando saber sua opinião sobre o que pode ser feito para a melhoria do desenvolvimento de nossas crianças. Sinto que aprendi muito hoje, e estou na expectativa de ver o resultado dessa conversa convertido em material”, disse Norma Venas Barbosa, cujo filho tem quatro anos e frequenta o CMEI Andrade, de Sussuarana.

A representante da SMED, Patrícia Paim, também ressaltou sua satisfação com o resultado da roda de conversa. “O interessante é que tudo que foi dito está de acordo com o que temos pensado sobre Educação Infantil. Foi uma reunião de grande valor, pois vai servir não só para a elaboração dos materiais, mas também para toda uma política que pensa em melhorar a qualidade do atendimento às crianças”, disse antes de parabenizar os familiares pela maneira interessada com que participaram da roda de conversa.