Notícias

Smed de Maceió, parceira do Paralapracá, reúne constelação de parceiros

28/07/15 13:43 - Notícias

28 de julho de 2015

Smed de Maceió, parceira do Paralapracá, reúne constelação de parceiros

Com o intuito de reunir os parceiros da rede municipal de educação de Maceió e de reforçar a importância da cooperação de cada um para a educação na capital alagoana, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) do município realizou, no dia 22 de junho, o I Encontro de Parceiros da Semed. “A contribuição dos parceiros à rede tem sido tão grande, que resolvemos juntá-los para que eles se vissem no todo”, explica Ana Dayse Dorea, secretária municipal de Educação de Maceió.

As ações desenvolvidas pelos parceiros da Semed organizam-se a partir do programa Viva Escola, fruto da cooperação técnica da secretaria com o Ministério da Educação (MEC) e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud). O programa visa reestruturar a rede em termos de infraestrutura física e investir em formação de pessoas. As ações do projeto Paralapracá em Maceió se inserem nesse mesmo arco de alianças e incluem a participação do Instituto C&A e da Avante – Educação e Mobilização Social.

“Buscamos a cooperação com o Pnud e, em seguida, começamos a identificar outras parcerias. Quando o projeto Paralapracá lançou seu edital [no fim de maio de 2013], nos inscrevemos e fomos selecionados. Depois, outros parceiros foram chegando. Mas isso tudo não poderia acontecer isoladamente. Para coordenar essas ações, criamos um projeto, que hoje é o programa Viva Escola”, explica Ana Dayse.

Além do Pnud, compareceram à reunião representantes das seguintes entidades parceiras da rede: Universidade Federal de Alagoas (Ufal); MindLab; Instituto C&A; Instituto Ayrton Senna; Centro de Inteligência, Análise e Gestão Educacional (Ciage); Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef, na sigla em inglês); e Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação da Universidade Federal de Juiz de Fora (CAEd/UFJF). A Fundação Lemann também é parceira da rede, mas não pôde comparecer a este evento em específico.

Na opinião da secretária, o balanço do encontro, que contou com a presença do prefeito Rui Palmeira, foi “maravilhoso”: “O encontro nos deixou muito surpresos e maravilhados”, afirma Ana Dayse, para quem a finalidade da reunião foi cumprida. “O objetivo era que os parceiros se conhecessem e soubessem o que cada um está fazendo em prol dessa rede municipal de 135 escolas”, diz.

A gerente da área Educação, Arte e Cultura do Instituto C&A, Patrícia Lacerda, acompanhou tudo de perto e acredita que o evento contribuiu para unir os parceiros. “A iniciativa é interessante para coordenar essas parcerias, para que elas se reconheçam e se aproximem”, pontua.

Segundo Ana Dayse, toda essa movimentação tem se mostrado fundamental para a melhoria da educação no município. “Quando nós assumimos a secretaria, no início de 2013, o desafio era muito grande. A equipe da secretaria e os professores da rede eram desmotivados, o Ideb [Índice de Desenvolvimento da Educação Básica] de Maceió era muito baixo, não havia uma política pública definida para a educação”, analisa. Computado a cada dois anos, o Ideb de Maceió subiu de 3,8 em 2011 para a média de 4,1 em 2013, contrariando a tendência de queda do indicador no restante do Estado de Alagoas.

Em entrevista concedida em maio último, ao comentar as dificuldades específicas da educação infantil em Maceió, a secretária havia citado os dois principais desafios que deviam ser enfrentados pela rede: ter infraestrutura adequada para atender mais crianças e aumentar o quadro de profissionais.

Para Patrícia Lacerda, o I Encontro de Parceiros da Semed reafirmou a consciência dos gestores da educação municipal de Maceió em relação aos indicadores do município e também à história de descontinuidade de políticas públicas que marca a educação na capital alagoana. “Para fazer o salto de qualidade necessário, o município entende que é preciso articular parcerias”, resume.

O primeiro encontro reforçou essa articulação, ao apresentar o plano de trabalho da secretaria aos parceiros. “Cada um sabe o que está fazendo e é fundamental conhecer o todo, que é orquestrado pela secretaria”, esclarece Ana Dayse. Agora os olhares já se dirigem para o segundo encontro, que deve acontecer entre o fim deste ano e o início do próximo. “Vamos apresentar o produto coletivo do trabalho oriundo da cooperação desses parceiros”, adianta.

A foto desta matéria é de autoria do fotógrafo Marco Antônio e foi cedida pela Secretaria Municipal de Comunicação Social (Secom) de Maceió.

Fonte: Site do Paralapracá