Notícias

Sim, você pode participar do World Forum on Early Care and Education 2019. Inscreva-se.

29/06/18 11:57 - Notícias

29 de junho de 2018

O World Forum on Early Care and Education (Fórum Mundial para Cuidados e Educação na Primeira Infância) é um programa criado para construir relacionamentos, expandir perspectivas e provocar novas idéias. Em 2019 (abril), o Fórum Mundial acontece em Macau, na China. Os interessados em participar como palestrantes, mediadores ou apresentar alguma performance podem fazer sua inscrição mediante pagamento de taxa de inscrição, responsabilizando-se por sua ida e estadia no local. No entanto, os que comprovarem recursos financeiros limitados podem solicitar apoio do Programa por meio do Fundo de Bolsas do Fórum Mundial, preenchendo uma “Solicitação do Fundo de Bolsas de Estudo” até 1º de julho de 2018.

O resultado da seleção será anunciado até 1º de setembro. Os painéis serão organizados por tópicos, definidos a partir de feedback recolhidos durante a Reunião Anual do Fórum Mundial, em 2017, mas podem sofrer alterações com base nos interesses expressos pelos líderes e delegados do Fórum Mundial de 2019. Alguns possíveis tópicos: língua e cultura; sem abrigo, sem estado, crianças de rua; políticas públicas; engajamento familiar; gestão organizacional; liderança; modelos de financiamento, entre outros. Maiores informações na página de inscrição.

Para Maria Thereza Marcilio, presidente da Avante – Educação e Mobilização Social e coordenadora dos Global Leaders da América Latina (projeto do World Forum), desde 2013, ampliar a participação dessa parte do mundo é de grande importância. “Enquanto coordenadora, um dos meus objetivos é fortalecer a nossa participação no Word Forum. Apesar de se chamar Fórum Mundial, o evento é ainda muito mais um Fórum do hemisfério norte do que do hemisfério sul. Em parte pela  questão da língua, atualmente o evento é todo em inglês.  Estamos numa longa discussão sobre o Fórum ter mais de uma língua, que seria o espanhol , pois temos um grupo crescente de latinos e isso faz surgir essa necessidade”, disse.

Participando do evento desde 2009, inicialmente como Global Leader, Maria Thereza atesta a grande visibilidade do World Forum. “O Fórum costuma reunir de 800 a mil pessoas do mundo todo. É uma instituição da sociedade civil, que funciona da base para cima, com experiências muito semelhantes às nossas na América Latina, a exemplo da Rede Nacional Primeira Infância (RNPI), que atua por meio de grupos de trabalho, como o Grupo de Direitos das Crianças, do qual fazemos parte, que produziu o documentário Voices of Children (VoC). É uma possibilidade de darmos visibilidade aos trabalhos realizados aqui, que são potentíssimos e aparecem pouco. Levar as experiências brasileiras para um fórum desses só nos fortalece. Tenho envidado todos os meus esforços para termos uma turma cada vez maior”, conta Maria Thereza.

Na edição de 2017, a América Latina participou com 12 lideranças pela Primeira Infância, seis só do Brasil. Esse ano, são apenas três. O que torna ainda mais importante a mobilização para participação no envento. 

Avante no World Forum

O World Forum on Early Care and Education acontece a cada dois anos. Desde 2009, quando Maria Thereza foi eleita Global Leader (GL), a história de participação da Avante no evento vem num crescente. De lá para cá, a presidente da Avante tem participado de todas as edições. Em 2014, Ana Marcilio, consultora associada da instituição, também conquistou o título de GL e apresentou, juntamente com outras GL brasileiras: Moana Van de Beuque e Gabriela Pluciennik, o projeto de uma publicação sobre redes de advocacy para a primeira infância (Primeira Infância em Primeiro Lugar: um levantamento de redes de advocacy pelos direitos da criança), elaborada por meio de uma parceria entre as três, divulgando a existência desse tipo de articulação e sua importância como instrumento de advocacy, seus desafios e possibilidades, dando sequência à publicação Primeira Infância em Primeiro Lugar: Experiências e Estratégias de Advocacy, resultante do projeto desenvolvido por Maria Thereza e Gustavo Amora, também Global Leader (2009).

Na última edição (2017), a Avante, representada por Maria Thereza e Ana Oliva, ampliou sua atuação levando a bandeira da participação infantil para debates sobre Sustentabilidade – “sustentando infâncias, famílias, organizações, o planeta, uns aos outros e a nós mesmos”, então tema do World Forum. Na ocasião, foi feito o lançamento do documentário Voices of Children.

As duas estiveram em painéis e plenárias com defensores da primeira infância do mundo todo. Na oportunidade, abordaram temas como o direito ao brincar, estratégia de escuta de crianças, atuação em rede pela primeira infância (representando a Rede Nacional Primeira Infância – RNPI), além de falar sobre liderança para um público formado por especialistas em primeira infância de todo o mundo. Uma oportunidade de trocar experiências com profissionais de diferentes origens e perspectivas, além de divulgar o trabalho da Avante internacionalmente. A estratégia de Ana Marcilio para garantir sua participação no último World Forum foi, justamente, a Solicitação do Fundo de Bolsas de Estudo.

Global Leaders

A missão da World Forum Foundation – organização civil sem fins lucrativos, organizadora do evento – é promover uma troca de ideias permanente e global sobre a oferta de serviços de excelência para a primeira infância nos mais diversos ambientes. Entre os programas, está o Global Leaders (GL) for Early Childhood (Líderes Globais para Crianças Pequenas), cujo objetivo é identificar, selecionar e oferecer suporte e subsídios a profissionais que militam pela primeira infância em diferentes lugares do mundo.

Agrupados por região (Américas, África, Europa, Oriente Médio e Ásia-Pacífico), cerca de 200 líderes emergentes de 61 países já participaram, desde 2004.