Notícias

Seminário Nacional Paternidade e Primeira Infância

14/08/15 13:51 - Notícias

14 de agosto de 2015

Seminário Nacional Paternidade e Primeira InfânciaO Seminário Nacional Paternidade e Primeira Infância, promovido pela Rede Nacional Primeira Infância (RNPI), vai acontecer no Rio de Janeiro durante o mês de valorização da paternidade, nos dias 26 e 27 de agosto, reunindo especialistas de diferentes universidades, organizações da sociedade civil e poder público. O evento será no Sindicato dos Professores do Município (Sinpro-Rio), as inscrições são gratuitas. 

O Seminário é uma iniciativa da Secretaria Executiva/CECIP e do GT Homens pela Primeira Infância, da RNPI, e conta com o apoio do Unicef e Sinpro-Rio. O objetivo do encontro é ampliar a reflexão sobre a importância do cuidado dos homens com as crianças pequenas e suas implicações na família, fortalecer a rede de apoio à pauta da ampliação da licença-paternidade e promover o intercâmbio de experiências sobre paternidade, cuidado e primeira infância.

A mesa de abertura contará com a presença de Paulo Bonilha, do Ministério da Saúde; Fabio Paes, representante do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda); Daniel Soranz, da Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro; Luciana Phebo, do UNICEF; e Claudius Ceccon, da Secretaria Executiva da RNPI e do CECIP – Centro de Criação de Imagem Popular.

Em seguida, está programada a mesa “Cuidado paterno e seus impactos na primeira infância e na família” envolvendo pesquisadores de importantes instituições: Maria Luíza Carvalho, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Marcos Nascimento, do Instituto Fernandes Filgueira, e Carlos Lugarinho, da Estratégia Brasileirinhas e Brasileirinhos Saudáveis, do Ministério da Saúde. Marcus Renato Carvalho (Aleitamento.com/UFRJ), membro do GT Homens pela Primeira Infância da RNPI, fará a coordenação da mesa.

A terceira mesa redonda tem como objetivo discutir as “Estratégias de institucionalização do Cuidado Paterno. Marco Aurélio Martins, do Instituto Promundo vai apresentar um panorama da situação da paternidade no mundo; a coordenadora do Ministério da Saúde Angelita Elizabeth Hermann, fala sobre a Política Nacional de Saúde do Homem que envolve ações de paternidade e cuidado, e Viviane Manso Castello Branco, da Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro, apresenta políticas municipais de criação da Unidade Parceira do Pai e do mês de valorização da paternidade. A mesa terá coordenação de Claudia Ribeiro, da Universidade Federal Fluminense (UFF).

O evento ainda contará com a mesa “Paternidade e primeira infância: experiências de mobilização e comunicação”, reunindo diferentes atores envolvidos na criação de campanhas e blogs sobre o tema. O Instituto Papai, organização de Recife, fará o lançamento do vídeo “Pai não é Visita” abordando a importância do respeito à Lei do Acompanhante, que garante a presença de um acompanhante à mulher durante o trabalho de parto, o parto e o pós-parto. Thiago Queiroz, do blog Paizinho vírgula, e Christina Montenegro, do movimento “Homens libertem-se”, vão apresentar suas ações para dar visibilidade à valorização da paternidade, na mesa que terá a coordenação de Suelma Kzam, da Plan International Brasil.

No final do primeiro dia será o lançamento do site “Homens que cuidam” e da “Segunda Edição do Programa P: Manual para o exercício da Paternidade” pelo Instituto Promundo.

No dia de agosto, o Seminário reunirá diferentes especialistas de universidades, da Secretaria Municipal de Saúde e ONGs, em quatro grupos de trabalho: “Paternidade: educar, cuidar e brincar com crianças”, “Paternidade: prevenção às violências contra às crianças”, “Paternidade: desafios para os meios de comunicação”, e “Unidade de Saúde Parceira do Pai”. E será encerrado com uma plenária, em que os Grupos de Trabalho sintetizarão seus debates e compartilharão com os demais participantes.

O encontro faz parte da linha de ação “A participação do homem na educação e no cuidado das crianças pequenas” da Secretaria Executiva da RNPI (CECIP, 2015-2017), financiada pela Fundação Bernard van Leer.  O GT Homens pela Primeira Infância é composto por organizações com experiência no tema e atuação em diversos estados do Brasil: Aldeias Infantis SOS, Aleitamento.com/UFRJ, Instituto Promundo, Instituto Papai, Comitê Vida /Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro e Plan International Brasil). Para conhecer mais os membros do GT, acesse o site. 

Fonte: RNPI