Notícias

RELATO: Abordagem Pikler (crianças de 0 a 3), uma revolução pelo cuidado

25/10/19 11:27 - Notícias

25 de outubro de 2019

O Trocando em Miúdos – Intercâmbio Internacional é promovido pela Avante – Educação e Mobilização Social desde 1999. Ao longo desses 20 anos a instituição já proporcionou aprendizagens a diversos grupos, que dialogaram com personalidades e experimentaram culturas e ambientes de referência em temáticas ligadas à educação e a mobilização social ao redor do mundo: Inglaterra, Canadá, Portugal, Argentina, Espanha, Índia, Brasil e agora a Hungria e Alemanha.

A nona edição do Trocando em Miúdos esteve, recentemente (11 a 19 de outubro), em Budapeste (Hungria) e Berlim (Alemanha) berços da Abordagem Pikler, desenvolvida pela pediatra Emi Pikler, que propôs uma olhar respeitoso, cuidados e amoroso para as crianças de zero a três anos. Uma realidade que impactou a visão de si, do outro e do mundo nos participantes.

O relato emocionado de Mônica Samia, consutlora associada da Avante e uma das organizadoras do evento, realizado em parceria com a Rede Pikler Brasil, traz um pouco da potência dos encontros e reencontros promovidos pelo Intercâmbio 

Por Mônica Samia

Mais uma vez vivenciamos a experiência do Trocando em Miúdos nesta época tão especial que é o outono.  E não poderia haver período mais simbólico para representar o que vivenciamos no grupo e o que eu, particularmente vivi.

Em Budapeste e Berlim, onde estivemos, o outono não poderia ser mais característico: céu azul, brisa e frio leves, e as cores, ahhh…. as cores explodindo nuances entre o verde, o amarelo, o laranja, o vermelho, o marrom, em todas as suas tonalidades e possibilidades infinitas. A natureza mostrando a beleza da renovação dos ciclos, a beleza do deixar ir, da provisoriedade, da morte para a renovação e o surgimento de novas possibilidades.

Foram incansáveis nossos contatos com essa natureza deslumbrante que fez parte do cotidiano nesses nove dias de Intercâmbio, aprendizagens, cuidados e relacionamentos.

Em Berlim, com Patrícia Zahn, Ute Strub e a equipe da Dra. Mônika Aly – na creche, no Instituto Gesellschaft no Ateliê StranGut -, vivemos a potência dos relatos de situações de referência vividas com as crianças e a força dos experimentos. Sentimos a carne, a alma, a razão e a emoção pulsarem, como poucas vezes antes, em três dias intensos e inesquecíveis. Compreendemos desde dentro, os efeitos positivos e negativos da nossa relação com as crianças. Isso nos impactou, nos calou, nos fez rir de nervoso ou alegria e olhar com indignação ou amorosidade para a forma como lidamos conosco, com os objetos e com o outro, especialmente o outro criança.

Em Budapeste, estivemos com as testemunhas da história da Dra. Emmi Pikler. Mulheres que trabalharam com ela no orfanato e agora, na Fundação Lóczy, nos deram o testemunho desta médica que revolucionou seu tempo e, desde então, deixa um legado vivo de como se relacionar com os bebês e as crianças na sua primeiríssima infância. Aprendemos sobre cuidados, motricidade livre, brincar autônomo, mas, muito além, nos transportamos para a história dessa mulher judia, para o contexto da sua época, presentificando seu olhar e atitude revolucionários e reafirmando o compromisso de apurar nossa conexão com a pedagogia dos detalhes e abandonar camadas de conhecimentos equivocados ou ainda não construídos, para que o verdadeiro encontro com as crianças se estabeleça.

Em cada momento, aprendemos com todas essas mestras e aprendemos entre nós. Foram muitas as folhas que tivemos que deixar cair. Sentimos medos, inseguranças, êxtases, sinergias, estranhamentos. Mas estivemos sempre PRESENTES, sem nunca duvidar do ato político e revolucionário de fazer uma pedagogia comprometida com o direito de SER CRIANÇA.

Realizado pela AVANTE, em parceria com a REDE PIKLER BRASIL, esta nona edição do Trocando em Miúdos deixa em mim ressonâncias profundas. Estou grata, profundamente comprometida e feliz por poder ter vivido esta potente, amorosa e inesquecível experiência formativa.