Notícias

Prefeituras-bairros terão comissão específica para apoiar o Vozes da Cidade

07/04/15 16:38 - Notícias

7 de abril de 2015

Prefeituras-bairros terão comissão específica para apoiar o Vozes da CidadeCom intuito de mobilizar ainda mais as comunidades em torno do projeto, a equipe do Vozes da Cidade se reuniu com chefes de setor comunitário da Prefeitura, presidentes de conselhos comunitários e lideranças. A resposta foi imediata; adesão, entusiasmo e até a proposta de uma comissão em cada prefeitura-bairro para lidar especificamente com as ações do Vozes da Cidade.  “Foi um importante passo, pois eles vivenciam e conhecem suas comunidades e, por isso, estão qualificadas para orientar os coordenadores de área nesta (mapeamento) e em outras fases do projeto”, concluiu o consultor da Avante-Educação e Mobilização Social e coordenador do projeto, José Humberto Silva

A reunião, realizado na sede da Diretoria Geral das Prefeituras-Bairro, no dia 30 de março, foi intermediada pela gerente de projetos da Casa Civil, Tatiane Almeida e contou com a presença da coordenadora do escritório do UNICEF Bahia/Sergipe, Helena Oliveira, além do coordenado do Vozes da Cidade: crianças e adolescentes participando da construção de Salvador, José Humberto Silva. Ao público – cerca de 20 pessoas, incluindo alguns subprefeitos – foi apresentado o projeto e, em seguida, feito o convite para abraçar a sua causa.

Todos os presentes ressaltaram a importância de um diagnóstico real da situação das crianças e do adolescente e da construção de uma agenda para garantir mudanças, a partir da escuta desse público. Demonstraram também ter compreendido que o Vozes da Cidade pode potencializar a luta por melhoria de vida da qual participam em seus bairros.

Unanimemente declaram apoio e engajamento, dando, inclusive, ideias que foram bem acolhidas pela equipe do projeto, com destaque para a proposta de Nerval Silva. O chefe de acompanhamento comunitário da prefeitura-bairro de Itapuã propôs a formação de uma comissão para apoiar as ações do Vozes da Cidade em cada uma das 10 regiões administrativas. Todos concordaram e se puseram a trabalhar no sentido de instalar as comissões em suas respectivas regiões.

Delas farão parte representantes das subprefeituras, lideranças e presidentes dos Conselhos Comunitários. A ideia é, a partir da comissão, organizar ações que potencialize o trabalho do projeto Vozes da Cidade, que já estão no processo de mapeamento dos coletivos de crianças e adolescentes dos bairros. A parceria deve seguir durante as próximas etapas do projeto.

Engajamento

O presidente do conselho comunitário de Cajazeiras, Evanir Borges, foi um dos que fizeram questão de expressar sua simpatia ao projeto. Ele citou a violência e as drogas como exemplos de problemas que assolam sua comunidade, enxergando na sua participação no Vozes da Cidade um caminho de enfrentamento. “Ter uma visão mais ampla do problema e ver os jovens participando da busca por soluções; isso nos faz querer que esta parceria se efetive e vá adiante”, disse.

A chefe de setor da prefeitura-bairro do Centro, Maria Alice, além de demonstrar entusiasmo, agradeceu o que para ela é uma oportunidade. “Agradeço por vocês terem lembrado da gente para participar de ação tão importante. Adorei. Sou educadora e tenho o maior prazer de trabalhar por uma causa tão bonita”. Já o presidente do Conselho Comunitário de São Caetano/Liberdade, Na Fé Chico, fez jus ao nome, depositando esperança no projeto. “Espero que realmente aconteça. Quero acreditar que a Avante e o Unicef venham a finalizar esse trabalho”.

Vozes da Cidade é um projeto inscrito na iniciativa do UNICEF Plataforma dos Centros Urbanos (PCU), que está acontecendo em mais sete capitais do país. Coordenado pela Avante-Educação e Mobilização Social, o projeto é uma realização conjunta da Prefeitura Municipal de Salvador, do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) e do UNICEF.