Notícias

Pacto por uma política pública de Educação Infantil é fortalecido durante Seminário do Paralapracá

26/05/17 11:07 - Notícias

26 de maio de 2017

Entre os dias 27 e 31 de março, o Seminário do Paralapracá reuniu, em Salvador, secretários de educação e equipes técnicas das cinco secretarias municipais parceiras do Programa, além do Instituto C&A e Avante – Educação e Mobilização Social. Durante o evento, a equipe do Programa trabalhou para a consolidação da transferência da tecnologia social para os municípios, até o final de 2017, com a perspectiva de que os princípios do Paralapracá ajudem a consolidar a política de Educação Infantil em Camaçari (BA), Maceió (AL), Maracanaú (CE), Natal (RN) e Olinda (PE).

Para a secretária de educação de Maceió, Ana Dayse Rezende Dórea, ao abrir espaço para o compartilhamento da trajetória dos municípios, ao longo desses três anos de parceria, na perspectiva de consolidar a sustentabilidade dos princípios do Programa nas redes, o Seminário do Paralapracá marca uma nova fase.  “Encontrar com outras pessoas para compartilhar uma experiência vivenciada é um motivo não só de muita satisfação e alegria, mas, também, de muita importância na continuidade do trabalho. Isto porque é um Programa novo e sua implementação foi muito exitosa no município de Maceió. Este momento é de repactuação da continuidade desse processo, com novos horizontes e propostas”.

Até o final de 2017, os municípios seguem apoiados pela Avante e pelo Instituto C&A, tendo como foco principal o fortalecimento da gestão das políticas públicas municipais de Educação Infantil, juntamente com a promoção da sustentabilidade do processo formativo.

Consolidando o baú da formação continuada

Principal estratégia do programa Paralapracá, a formação continuada de coordenadores pedagógicos, cuja metodologia possui caráter semipresencial, foi um dos temas que permeou o Seminário, no sentido de garantir a sua sustentabilidade. Na oportunidade, as equipes técnicas dos municípios parceiros, juntamente com as mediadoras do Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) do Programa, dialogaram sobre como potencializar as ações formativas, tanto presenciais como a distância, a partir deste ambiente virtual e dos materiais do Programa.

“Foi um momento de mergulhar em todos os materiais da Coleção Paralapracá – desde os impressos, até os disponibilizados no AVA e no site –, buscando referências desse acervo para as formações que vão acontecer nos municípios. A ideia é fortalecer a convicção de que o Paralapracá apoia e colabora para o desenvolvimento das formações locais”, revela a consultora associada da Avante e coordenadora de implementação do Paralapracá, Mônica Samia.

As técnicas das secretarias municipais foram convidadas a identificar no AVA os “tesouros” encontrados nos diferentes materiais para o desenvolvimento das formações. “Essa forma de olhar para o AVA como um baú de tesouros, como um baú de possibilidades, ajuda a desmitificar a ideia de um ambiente virtual de difícil acesso, distante”, valida a ex-gerente de Educação Infantil do município de Olinda (PE), Simone Almeida, convidada para o evento para compartilhar sua experiência como gestora.

A coordenadora do setor de Educação Infantil do Município de Maracanaú (CE), Solange Silvestre, reforçou o papel estratégico da formação continuada do Paralapracá para superar o papel da coordenação pedagógica focada na administração do espaço escolar, fortalecendo-o como formador nas instituições. “Hoje, a gente vê esse coordenador empoderado, estudando, atuando junto a uma equipe que também pensa a infância. Ainda temos muitos desafios, mas o Paralapracá tem nos fortalecido”, pontua.

Acolhendo e integrando, fortalecendo as Redes parceiras, o Seminário do Programa Paralapracá colabora para manter acesa a chama da Educação Infantil de qualidade, lançando luz sobre as atividades previstas para este ano, com o intuito de fortalecer o compromisso comum com a Primeira Infância.

O Programa

O programa Paralapracá é uma frente de formação de profissionais da Educação Infantil, realizado pela Avante – Educação e Mobilização Social, com apoio do Instituto C&A. Nosso trabalho se desenvolve a partir da formação continuada de formadores, com o objetivo de contribuir para a melhoria da qualidade do atendimento às crianças na Educação Infantil, com vistas ao seu desenvolvimento integral. Fazemos isso em parceria com as secretarias municipais de educação, valorizando, ampliando e fortalecendo os saberes de cada localidade aonde vamos.

O Paralapracá foi lançado em 2010, como um projeto do Programa Educação Infantil do Instituto C&A, originalmente focado na região Nordeste. Desde então, chegou a dez municípios, em dois ciclos de implementação. No ano de 2015, com a chancela do Guia de Tecnologias Educacionais do MEC, ganhou caráter nacional.