Avante

  /  Notícias   /  MIEIB se posiciona sobre ameaça de privatização da Educação Infantil pública

MIEIB se posiciona sobre ameaça de privatização da Educação Infantil pública

Movimento Interfóruns de Educação Infantil do Brasil (MIEIB) manifestou  repúdio ao Decreto N.º 10.134/2019 do governo Bolsonaro, de  26 de novembro/ 2019, que permite, de forma irrestrita, a ampliação de alternativas de privatização das instituições de Educação Infantil.  Ou seja, diminui as responsabilidade do Estado em investir dos serviços oferecidos às crianças.

O Decreto propõe o aumento do financiamento das empresas privadas no segmento, sem limitação de cotas. Uma das problemáticas da proposta é favorecer as conveniências dessas empresas, desresponsabilizando o Estado pelo provento da Educação pública, uma ação inconstitucional por colocar em risco o direito à Educação gratuita e para todos.

A decisão foi tomada sem diálogo com a sociedade civil, nem mesmo com o Conselho Nacional de Educação (CNE). Em 2018, segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (PNAD), desenvolvida pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 74,3% dos alunos de creche e pré-escola do País frequentavam instituições da rede pública. Já no Ensino Fundamental  foram matriculados 82,3% dos estudantes brasileiros.

Leia Nota na íntegra