Notícias

Mães de Primeira Viagem na comunidade de Pirajá (SSA)

19/11/14 09:50 - Notícias

19 de novembro de 2014

Mães de Primeira Viagem na comunidade de Pirajá (SSA)No dia 12 de novembro, aconteceu a primeira reunião do Mães de Primeira Viagem, iniciativa desenvolvida no bairro do Pirajá, em Salvador. O projeto visa fortalecimento os serviços da rede de proteção às mães adolescentes, seus parceiros e/ou genitores.  O encontro foi convocado com o propósito de apresentar a proposta do projeto às lideranças e agentes da rede de proteção da criança e do adolescente. O projeto é uma realização da Avante – Educação Mobilização Social, Instituto Camargo Corrêa e Consórcio Mobilidade Bahia, do qual faz parte a Construtora Camargo Corrêa.

Estiveram presentes no encontro, realizado na sede da Associação Desportiva de Pirajá, representantes da Construtora Camargo Corrêa, da Avante – Educação Mobilização Social, além de diversas lideranças da comunidade e representantes da rede de proteção como a Unidade de Saúde de Urgência e Emergência, do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), da Coordenação do Programa Mais Educação, da Pastoral da Criança, de associações e ligas da região, além de igrejas e outros líderes comunitários que convivem com a questão da gravidez na adolescência no bairro. As lideranças foram mobilizadas para comparecer ao encontro por meio de convites, telefonemas e visitas da assistente social do projeto durante a fase de mapeamento da percepção desses atores sobre a temática.

A reunião foi aberta por Maria Carolinna Tosta, analista de responsabilidade social do Consórcio Mobilidade Bahia – Empreendimento da Construtora Camargo Corrêa, que explicou a filosofia da empresa e as razões do investimento em projetos da área social. “Contribuir para que as comunidades estejam preparadas e comprometidas com a superação de seus desafios é parte da visão do Instituto Camargo Corrêa”, disse.

Em seguida, o consultor associado da Avante e coordenador do projeto Mães de Primeira Viagem, José Humberto Silva, destacou a escolha da comunidade de Pirajá para o desenvolvimento do projeto. “Apesar de sua importância histórica e potencial turístico, o bairro tem sofrido muito com os efeitos do crescimento desordenado e das fragilidades das políticas de promoção social. E as crianças e adolescentes têm sido diretamente afetadas”, ressaltou. José Humberto acrescentou ainda que a vida desse público é afetada não apenas pela insuficiência de renda das suas famílias e ausência de políticas públicas, mas também pela fragilidade dos serviços disponíveis na rede de proteção que, frequentemente, são denunciados pela população devido o precário atendimento nos campos da saúde, educação, assistência social, segurança pública, esporte e lazer. E entre os inúmeros problemas de saúde pública, a gravidez na adolescência tem assumido lugar de destaque em Pirajá.

“A receptividade e a interação com o público presente foi ótima. Eles reconheceram a importância de se dar mais atenção à gravidez precoce”, comentou Judite Dultra, consultora associada da Avante e coordenadora de área do projeto Mães de Primeira Viagem. Judite relata que a imagem da Avante na comunidade é bastante positiva por conta da execução do projeto Convivência e Segurança, que teve como foco o estímulo à convivência familiar e comunitária. Segundo ela, as lideranças mostraram-se preocupadas com a fragilidade da rede de proteção em Pirajá e relataram as dificuldades atuais de atendimento dos órgãos de saúde e de promoção do Sistema de Garantia de Direitos. Ao final do encontro, as lideranças sugeriram estratégias para garantir a mobilização necessária para acionar o poder público.

O objetivo do Mães de Primeira Viagem é desenvolver ações de mobilização e articulação dos atores do Sistema de Garantia de Direitos (SGD) com vistas ao fortalecimento dos serviços da rede de proteção às mães adolescentes e seus parceiros. As ações que serão desenvolvidas também irão oportunizar espaços de escuta e troca de experiências entre mães adolescentes e seus parceiros de modo a estimular a maternidade/paternidade responsável.