Macau, China – Advocacy mundial pela Primeira Infância Avante

8 de abril de 2019

Disseminar as ações em advocacy pela primeira infância brasileira para líderes de todo o planeta. Essa foi a tarefa levada por Maria Thereza Marcilio e Ana Oliva Marcilio, presidente da Avante – Educação e Mobilização Social, e coordenadora do setor de ações estratégicas da instituição, respectivamente, em suas bagagens ao embarcarem para Macau, na China, no último dia quatro de abril. As duas prosseguem na jornada, iniciada há cerca de 10 anos, de participar das discussões mundiais sobre primeira infância, e levar a perspectiva brasileira para o World Forum on Early Childhood Care and Education, um congresso mundial sobre cuidados primários e educação.

A Avante, que também integra a Rede Nacional Primeira Infância (RNPI), ocupando a função de secretaria executiva no biênio 2011/2012, e em seguida passando a integrar diversos Grupos de Trabalho e o grupo gestor da Rede, iniciou a conquista desse espaço a partir da eleição de Maria Thereza para Global Leader (GL), em 2009 – hoje ela atua como coordenadora do grupo de GL da América Latina; de Ana Oliva, GL em 2014; e Ivanna Castro, consultora associada da Avante, GL esse ano (2019). Na última edição do evento, em 2017 (em Auckland, Nova Zelândia), Maria Thereza e Ana tiveram espaço de fala em diversos painéis, sessões e plenárias, e apresentaram, para a comunidade internacional de líderes pela primeira infância, a experiência da RNPI – uma articulação brasileira de organizações da sociedade civil, do governo, do setor privado, de outras redes e de organizações multilaterais que atuam, direta ou indiretamente, pela promoção e garantia dos direitos desse público.

A instituição integrou, ainda, o GT Children Rights (Direitos das crianças), do World Forum on Early Childhood Care and Education, que produziu voluntariamente o documentário e fez o lançamento do audiovisual também na edição de 2017, juntamente com especialista em participação infantil de diferentes países, para uma plenária de mais de 600 pessoas. Em Macau, o documentário, que traz o registro das escutas e participação de crianças de cinco países: Singapura, Estados Unidos, Quênia, Índia e Brasil, realizada a partir de abordagens positivas sobre o que elas pensam sobre a própria vida, o lugar em que mora, a escola e como gostariam que fossem, foi apresentado, mais uma vez, por Ana Oliva Macilio, na abertura do Fórum.

“Cada país teve um processo diferente de abordagem e contato com as crianças. São realidades sociais muito distintas e que exigiram de nós reflexão, flexibilidade e manejo de diferentes técnicas para atingir nosso objetivo de dar voz às crianças”, conta Ana Marcilio que, juntamente com Maria Thereza e a equipe de especialistas que integrou a produção do documentário, tem realizado o trabalho de levar o Voices of Children (VoC) a diversos países. No Brasil, o VoC já foi exibido em escolas e eventos voltados a discussões sobre os direitos das crianças, em especial a participação infantil, além de formações sobre a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), para convocar para reflexão sobre as potencialidades da criança.

Seminário GL da América Latina

Entre os diversos momentos de discussão promovidos pelo World Forum aconteceu o Seminário de Global Leaders da América Latina. No encontro, a presidentes da Avante e coordenadora do grupo, falou, mais uma vez, em nome das mais de 200 organizações, de todas as regiões do Brasil, que integram a RNPI, sobre desafios e perspectivas da primeira infância na América Latina. Em sua apresentação Maria Thereza levou para comunidade internacional dados sobre a realidade latino americana desse público. “Quando falamos sobre primeira infância na América Latina falamos de 66.5 milhões de crianças”, disse para uma plateia formada por lideranças pela primeira infância, que terão a missão de desenvolver, em seus países, projetos que impactem na realidade das crianças de 0 a 5 anos como parte dos requisitos do programa idealizado pelo World Forum on Early Childhood Care and Education.

Maria Thereza também apresentou um breve histórico das conquistas dos direitos dessa parte da população e alguns dos desafios vivenciados nos países latino americanos, tais como: As profundas iniquidades nas condições de vida das famílias para criar suas crianças com altas taxas de desemprego para adultos, principalmente para mulheres; e o impacto das políticas regionais e globais da onda financeira do capitalismo que vem promovendo um aprofundamento das já existentes desigualdades. A presidente da Avante apresentou também características específicas de cada país no que se refere à primeira infância e chamou as lideranças ali presentes para a ação: “A visão dos ‘outros’ nos constrói, nos molda. A visão dos ‘outros’ é constitutiva de nossa subjetividade. Somos afetados por imagens vindas da mídia e de outras representações sociais que nos mantém em contato permanente com diferentes idéias e rótulos ligados à etnia. grupos, regiões e países. Os Líderes Globais e o Fórum Mundial são uma ótima oportunidade para desafiar esses estereótipos, um convite para se conectar com pessoas e com diferentes problemas a partir de uma visão complexa e interconectada”, disse.

Para Maria Thereza a presença da RNPI no evento é de grande importância, por entender que a Rede pode ser uma referência para outras abordagens, outras visões. “E para nós, da Avante, significa ampliar nosso trabalho de advocacy pelos direitos das crianças, mantendo a coerência com a nossa missão, com nosso propósito, com nossos valores, com nossas práticas, que é de dar voz às crianças, respeitar seus direitos, formar as pessoas para trabalhar com elas, considerando-as sujeito de direitos”, disse.

World Forum 

O World Forum on Early Childhood Care and Education  ocorre entre os dias 8 a 11 de abril, que acontece a cada dois anos, desde 1999, como um espaço aberto, coordenado e promovido pela Fundação Word Forum. A iniciativa reúne pessoas que atuam com foco específico na Primeira Infância, de todas as áreas de direito, e investe na participação de minorias. O grupo inclui 12 educadores latino-americanos, que sob liderança da Avante, participarão do Programa Global Leaders for Young Children – um projeto do World Forum com o objetivo de formar e fortalecer lideranças para a primeira infância.