Notícias

Lideranças de um dos maiores bairros de Salvador acolhem o Vozes da Cidade

07/07/15 09:18 - Notícias

7 de julho de 2015

Lideranças de um dos maiores bairros de Salvador acolhem o Vozes da Cidade“Os adolescentes estão descrentes e, por isso, distanciados das estruturas políticas. É necessário, em primeiro lugar, atraí-los e isso o projeto está capacitado para fazer, principalmente porque a ideia é entrar na comunidade, ouvi-los e não entregar nada engessado. E isso, sim, pode dar certo. Porque eles são capazes de pensar por si mesmo, de produzir, de fazer. Mas até agora não contavam com o poder público”. Para Alan Santos Muniz, subprefeito de Cajazeiras, um dos maiores bairros de Salvador, com mais de 600 mil moradores, essa é a virtude do Vozes da Cidade que fez com que o projeto tenha sido acolhido de maneira calorosa pelas lideranças do bairro na apresentação ocorrida no dia 3 de junho, na sede da Prefeitura-Bairro da região Cajazeira.

Outro motivo para a boa recepção do projeto pelos conselheiros e lideranças comunitárias, segundo Alan Santos Muniz, está no fato de Cajazeira ser um bairro com muitas crianças e adolescentes. “Nós sabemos que o poder público, não só o municipal, ainda não tem a capacidade de ter uma boa comunicação com eles; não conhece seu linguajar, seus pensamentos, suas ideias. O projeto se apresenta como essa ponte de extrema importância não só para os jovens como para o município”, esclareceu.

A atenção à apresentação do projeto ficou clara também nas palavras do secretário geral do Conselho Comunitário de Cajazeira X, Evanir Araújo. “Vejo que se trata de algo de excelência”, elogiou. “Primeiro porque ocupa um espaço vazio, até então, na gestão municipal, que é investir em prol das crianças e adolescentes, incluindo eles no processo. Segundo pela procura de grupos organizados de adolescentes com envolvimento nas lutas por seus direitos, que, pela primeira vez, serão ouvidos. Eles vão detectar os problemas pelo seu ponto de vista e também as possíveis soluções. Com isso, a Prefeitura tem um caminho de investimento nesse público, que certamente será mais efetivo do que o que já foi feito até então”, disse.

Ana Paula Medrado, vice-presidente do Conselho Comunitário da Prefeitura-Bairro, também ressaltou a importância da busca pelo envolvimento dos adolescentes na vida política de suas comunidades e da cidade como um todo. “Temos um número considerável de crianças e adolescentes e o projeto chega em um momento oportuno. Precisamos, mais do que nunca, ensiná-los a lutar pelos seus direitos, reivindicar suas necessidades e contribuir para que a gestão pública venha implantar serviços que de fato venham atender suas demandas”.

O presidente do Conselho Comunitário de Cajazeiras XI, Roque Gonçalves, acredita que a apresentação do projeto foi de extrema importância porque coloca as lideranças na condição de colaborar. “Precisamos que o Vozes da Cidade siga em frente. Acredito que aqui há muitos grupos que têm o interesse de participar desses debates, dessa iniciativa que formará também multiplicadores de uma nova consciência. Esperamos ajudar. A participação dos adolescentes na vida política significa o futuro do país. E é necessário um grande incentivo para que eles participem mais dessa cultura de desenvolver políticas públicas juntamente com a comunidade, e vejo o projeto capaz de alcançar esse objetivo”, concluiu.

Os Conselhos Comunitários são órgãos Colegiados de caráter consultivo vinculados à estrutura do Gabinete do Prefeito, constituídos um em cada área de atuação das unidades das Prefeituras-Bairro. Eles são o meio de articulação com as lideranças comunitárias e com a comunidade como um todo, no sentido de tornar os cidadãos parte ativa no exercício do governo, mediante a identificação das prioridades e da fiscalização das obras e serviços públicos municipais. Para o Vozes da Cidade, os conselheiros e lideranças comunitárias são aqueles que auxiliam os coordenadores de área do projeto no trabalho de identificação de coletivos de adolescentes nos bairros.

O Vozes da Cidade: crianças e adolescentes participando da construção de Salvador é um projeto inscrito na iniciativa do UNICEF – Plataforma dos Centros Urbanos (PCU), que está acontecendo em mais sete capitais do país. Tendo a Avante-Educação e Mobilização Social como parceira técnica local, o projeto é uma realização conjunta da Prefeitura Municipal de Salvador, do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) e do UNICEF.