Notícias

Infâncias em Rede propõe discussão sobre direitos em sessões de cinema na biblioteca

02/09/15 15:31 - Notícias

2 de setembro de 2015
Cinoteca - Cinema no Calabar

Crianças assistem a filme em telão exposto na comunidade do Calabar, em Salvador

Criança, lazer e direitos, uma combinação que está resultando em sessões de cinema promovidas pelo projeto Infâncias em Rede, por meio de uma parceria entre a Avante – Educação e Mobilização Social e a Fundação Bernard van Leer. Na comunidade, o grande parceiro é a Biblioteca do Calabar (Salvador – BA), que abre espaço para todas as crianças do bairro assistir a filmes que fomentam a discussão sobre seus direitos. O encontro que acontecerá todas as quartas feiras, a partir do dia 09 de setembro, foi batizado de Cinoteca – Cinema da Biblioteca.

A experiência de levar a sétima arte às crianças do Calabar já foi vivenciada em outros momentos, quando elas tiveram a oportunidade de sentar-se diante da telona, em praça pública, para assistir a filmes que mostram brincadeiras de crianças de outras partes do país e a pequenos filmes sobre brincadeiras e momentos que fizeram parte do projeto Infâncias em Rede.

Nessa nova etapa, ”serão exibidos curtas e longas metragens que serão selecionados, em parceria, pela equipe da Biblioteca do Calabar, a equipe do Infâncias em Rede, que inclui duas crianças do Grupo de Crianças do Calabar, com intuito de garantir uma atividade de lazer para as crianças, com promoção de oportunidades para mergulho na fantasia. Mas também que possam abordar temáticas que possibilitem um bate-papo pós filme sobre valores humanos, bem como garantia de direitos”, esclarece Fernanda Pondé, psicóloga responsável pela mobilização do Grupo de Crianças do Calabar.

Fernanda Pondé conta que o Cinoteca é um projeto antigo da Biblioteca do Calabar, que parou de acontecer por falta de apoio. A parceria com o Infâncias em Rede ajuda na realização do projeto e proporciona à comunidade, em especial às crianças, encontros em um ambiente bem próximo ao de uma sala de cinema – com direito a sala escura, montagem de projetor e distribuição de pipoca. Serão exibidos curtas e longas metragens e o primeiro filme (dia 9 de setembro – quarta-feira) será Kiriku e a feiticeira.

Kiriku e a feiticeira

A animação é francesa, mas o enredo se passa na África Ocidental, em uma tribo africana onde nasce uma criança de tamanho minúsculo, cujo destino é ser o salvador daquela comunidade. Kiriku enfrenta a malvada feiticeira Karabá que oprime os moradores da tribo.

Seguindo a programação para o mês de setembro (sempre às quartas-feiras), no dia 16 será exibido: curtas da Pixar – empresa de animação digital norte-americana pertencente a Walt Disney Company e vencedora de diversos Oscar’s -; e Turma da Mônica. No dia 23 o público da comunidade assistirá Peter Pan; e no dia 30, Príncipes e Princesas.