Notícias

Enfermeira e Mães de Primeira Viagem compartilham experiências com adolescentes de Pirajá

18/03/15 10:29 - Notícias

18 de março de 2015

Enfermeira e Mãe de Primeira Viagem compartilha experiência com adolescentes de PirajáAdolescentes grávidas do bairro de Pirajá, em Salvador, têm tido a oportunidade de participar de encontros periódicos para refletir sobre esse momento tão delicado na vida de uma mulher. No dia 23 de fevereiro, no Instituto Nova Ideia, o grupo recebeu a visita da coordenadora de enfermagem da Unidade de Urgência de Pirajá, Edlene Reis Cardeal, que realizou uma roda de conversa com as adolescentes e seus parceiros, trazendo à tona dúvidas, histórias de vida e orientações sobre os cuidados com a gravidez, entre outros temas, na perspectiva de deixá-los mais seguros e confiantes como pais de primeira viagem. O espaço de escuta e de troca de experiências faz parte das ações de apoio psicossociais oferecidas pelo projeto Mães de Primeira Viagem – proteção integral à gravidez na adolescência.

Encorajadas pela história de vida da coordenadora de enfermagem do bairro, que vivenciou a experiência da gravidez precoce, as adolescentes trouxeram questões acerca das mudanças no corpo, expectativas em relação ao novo momento da vida, o nascimento e os cuidados com a gravidez. “Elas encontraram na enfermeira um exemplo no qual podem se espelhar, o que as deixaram à vontade e animadas para perguntar e aprender mais sobre a experiência que estão vivendo”, disse Deise Nery, assistente social do Projeto.

Edlene Cardeal é “filha de Pirajá” e compartilhou sua história com as mães e pais presentes, em especial em relação a sua trajetória de superação para se tornar uma profissional, sem deixar de ser uma mãe dedicada. “Com vontade de crescimento pessoal e profissional associado ao apoio de minha mãe eu consegui entrar na universidade e conciliar os estudos com os cuidados com minha filha”, contou a enfermeira. Hoje, com a estabilidade profissional conquistada, Edlene diz se sentir orgulhosa de voltar ao bairro, onde foi criada, para dar assistência profissional.

Dando continuidade ao bate papo, foram expostas dúvidas sobre o momento do parto, a Lei do Acompanhante (Lei n° 11.108/2005) e mitos e verdades sobre amamentação. Dirimir dúvidas sobre esse último assunto mostrou ser algo especial para uma das adolescentes, que acabou expressando sua surpresa e felicidade com o que ouviu. “Eu nunca soube disso. Agora que sei, não farei mais errado. Foi muito bom saber”, disse L. de 17 anos.

O impacto da mudança do corpo e na relação com o companheiro foi outro tema que, depois de debatido e das dicas dadas pela enfermeira, trouxe conforto para as adolescentes.   Falas como Eu não me olho no espelho, pois não gosto do que vejo hoje”, demonstram o quanto a questão é delicada para as adolescentes.

A enfermeira verificou ainda quais exames as mesmas já tinham feito e falou sobre a importância de serem realizados, além de tirar dúvidas sobre o objetivo de cada um deles. Foram também debatidas questões sobre os primeiros cuidados com o bebê: higiene pessoal, alimentação, dentre outros.

Ao final, a enfermeira distribuiu preservativos, falou sobre contraceptivos, reincidência da gravidez e doenças sexualmente transmissíveis. De acordo com a assistente social, Deise Nery, as adolescentes deixaram o encontro satisfeitas. “Elas o avaliaram como ótimo e disseram ter aprendido muitas coisas que não sabiam”, contou.

O projeto Mães de Primeira Viagem é uma realização da Avante – Educação Mobilização Social, Instituto Camargo Corrêa e Consórcio Mobilidade Bahia, do qual faz parte a Construtora Camargo Corrêa.