Notícias

Economia Solidária Floresce no Campo Grande

10/10/12 17:08 - Notícias

10 de outubro de 2012

Cerca de 60 empreendedores tiveram a oportunidade de expor seus produtos e trocar experiências, fortalecendo assim a rede produtiva que se constrói no estado. E quem esteve presente, e não foi pouca gente, teve a chance também de curtir atrações musicais, desfile de moda e muita diversão para as crianças, afinal é o mês delas. E tudo isso aconteceu num belo sábado de sol, no dia 6 de outubro.

A abertura do I Festival Florescer de Economia Solidária contou com a presença do secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Nilton Vasconcelos, para quem o evento teve também uma importância simbólica. “É uma das provas que as políticas públicas do governo do estado voltadas para a economia solidária estão dando certo”, disse. Estiveram presentes também o superintendente de Economia Solidária, Milton Barbosa, e a coordenadora do Centro Público de Economia Solidária (Cesol), Katia Santos.

E foi Katia quem definiu com precisão a importância do Festival organizado pela Avante – Educação e Mobilização Social. “Este é o momento em que as portas se abrem para os empreendedores. É aqui que eles encontram novos clientes para seus produtos, novos conhecimentos e novas parcerias. É nesse momento que o esforço deles e das organizações governamentais e não governamentais florescem verdadeiramente”, disse.

E para assegurar que momentos como esses sejam mais accessíveis aos empreendedores, a organização do Festival recolheu cerca de 400 assinaturas. Trata-se da Campanha Nacional pela Criação da Lei de Economia Solidária, que necessita de algo em torno de 95 mil assinaturas na Bahia e um milhão em todo país.

Segundo Katia Santos, com o advento da lei, todo avanço que foi alcançado nos últimos anos com a economia solidária será consolidada com uma política nacional. “Com ela, não só se garante a continuidade do trabalho que vem sendo feito, como ficará mais fácil planejar e promover o desenvolvimento da economia solidária em todo país”, acrescentou.

Diversão

O Campo Grande foi tomado pela alegria das crianças que encontraram, no I Festival Florescer de Economia Solidária, espaço, brinquedos e brincantes. O responsável por produzir tanta alegria foi o Roda Gigante. O Movimento, além de levar o Coral Infantil da Escola Municipal de Periperi, levantou uma tenda onde as crianças podiam utilizar jogos e material de pintura. Um varal de exposição mostrava o resultado dos trabalhos artísticos de menino e meninas. Equipes de brincantes utilizaram vários espaços da praça para promover momentos lúdicos, que resultaram em sorrisos espalhados por toda praça.

A Rede EMredando Leituras também marcou presença no stand da Avante e colaborou para a ludicidade das crianças estimulando o lado leitor de cada um. Aconteceram Roda de Leituras, contação de histórias feita por uma mediadora de leitura e por crianças, mediadoras mirins de leitura, da Biblioteca Clementina de Jesus, além de um varal de poesias, muitas levadas de lembrança pelos passantes.

Parceiros

O I Festival Florescer de Economia Solidária foi organizado pela Avante – Educação e Mobilização Social e contou com a parceria da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (SETRE), da Superintendência de Economia Solidária (SESOL) e do Centro Público de Economia Solidária (CESOL). Está foi a primeira edição de quatro Festivais. Serão mais dois em 2013 e um em 2014.

Por: Carlos Vianna Junior