Notícias

É Dia de Feira Solidária dialoga com feirantes e lideranças

03/06/13 17:56 - Notícias

3 de junho de 2013

e  dia  de feira

Com o objetivo de unir forças em prol da criação de um empreendimento associativo solidário dentro da Feira de São Joaquim, o projeto É Dia de Feira Solidária, da Linha de Formação para o Trabalho, da Avante, promove um diálogo com feirantes e lideranças da Feira. A iniciativa visa o aproveitamento dos refugos oriundos da própria Feira para gerar recursos monetários e não monetários para a comunidade feirante, atuando dentro de uma lógica de cooperação, igualdade, liberdade, autonomia e respeito ao meio ambiente.

O encontro, que aconteceu na última terça-feira, 28 de maio, lotou o Quiosque Galpão Água de Meninos. Dentre os presentes, feirantes de diversos segmentos, representantes da rádio comunitária da Feira, de agências de aluguel de carro de mão e da Unegro, além dos presidentes da Associação e do Sindicato dos Feirantes, Nilton Ávila e Marcílio Costa, respectivamente.

Durante o diálogo, Fabiane Brazileiro, coordenadora do projeto e da Linha de Formação para o Trabalho, apresentou o projeto, convidou o público a participar e aproveitou a oportunidade para explicar como será desenvolvida a primeira etapa do É Dia de Feira Solidária, que terá início no começo de junho, e solicitar a cooperação de todos. A participação do público durante o encontro foi intensa com o entendimento de que o projeto tem o objetivo de beneficiar os feirantes e seus familiares e por isso tem cartão verde.

O projeto conta com o apoio da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte da Bahia (SETRE) através do edital de Apoio a Projetos na Área de Reciclagem. Com duração de dois anos, encontra-se em sua primeira fase, que inclui uma pesquisa junto aos feirantes para a construção de um diagnóstico da Feira de São Joaquim e ações de mobilização e sensibilização da comunidade feirante sobre economia solidária. Para realizar o projeto, a Avante conta com sua bagagem na área de economia solidária, reconhecido a partir de projetos como Grãos e Florescer, que contribuíram para a formação de empreendimentos associativos solidários na cidade de Salvador.