Notícias

Consultora da Avante apresenta vídeo de escuta de crianças no World Fórum 2014

05/06/14 09:21 - Notícias

5 de junho de 2014

Consultora da Avante apresenta vídeo de escuta de crianças no World Fórum 2014Ana Oliva, consultora associada da Avante, selecionada Global Leader na 10ª edição do World Forum on Early Childhood Care and Education, participou do evento ao lado de 841 líderes e profissionais de primeira infância de 81 países, no período de 6 a 9 de maio de 2014, em San Juan, Porto Rico. O foco do evento foi a discussão sobre a oferta de serviços de qualidade para as crianças pequenas e no planejamento de ações para alcançar a qualidade nos diversos ambientes. Foi nesta perspectiva que Ana apresentou um vídeo de conversas com crianças em uma comunidade ribeirinha do interior do Amazonas em uma mesa organizada pelo GT de Direitos das Crianças.

Além de participar das atividades e reuniões voltadas para os Global Leaders, Ana Oliva integrou a mesa Buscando a voz das crianças e encontrando formas de escutá-las (Seeking Out Children’s Voices and Finding Ways to Listen) pensada de forma a proporcionar uma participação mais ativa a partir de discussões realizadas em torno de vídeos apresentados pelos integrantes da mesa sobre escuta de crianças. Ana apresentou um áudio visual produzido em uma Reserva Extrativista no sul do Amazonas, em agosto de 2013, como parte das ações e articulações do projeto Primeira Infância Cidadã (PIC) naquele estado – projeto que ela mesma coordena. No vídeo as crianças falam do que gostam, não gostam e desejam desvelando uma vida cheia de magia que, ao mesmo tempo, contrasta com a dura realidade de quem vive às margens do rio em um cotidiano onde poucos direitos são garantidos.

A mesa foi organizada pelo grupo Vozes das Crianças (Children´s Voices) e integra o GT de direitos das crianças (Children´s Right Working Group) no qual a Avante é representada por Ana Oliva e Maria Thereza Marcilio, gestora institucional da Avante. “A apresentação do vídeo no World Fórum dá uma dimensão internacional aos trabalhos desenvolvidos no Brasil no que tange a participação infantil”, comenta Ana que ressalta, ainda, a importância da atenção e ação voltadas para crianças que vivem em regiões de baixíssima densidade geográfica e de difícil acesso, onde as políticas e serviços públicos são escassos, o acesso aos mesmos é debilitado e as crianças ficam expostas a diversas situações de violação de direitos.

Além do trabalho de Ana no Amazonas foram apresentados na mesa outros dois vídeos: o de Gustavo Amora, Global Leader da turma de 2009, que apresentou um trabalho realizado com crianças de Brasília e o de Vashima Goyal, com um vídeo de Singapura. Segundo Ana, foi criado, pela mesa, um ambiente favorável à compreensão do quanto as crianças têm para nos dizer se lhes for dada a oportunidade.

 “Para que as crianças de todo o mundo possam ter um futuro promissor, os programas para a primeira infância precisam atender as suas necessidades de pleno crescimento e desenvolvimento. Participar do World Forum permite a oportunidade única de tecer redes com líderes de primeira infância de seis continentes e compartilhar ideias sobre o que significa mesmo qualidade de atendimento para as crianças, percebendo como esse termo é cultural e contextualmente determinado”, finaliza Maria Thereza, coordenadora do grupo de GL das Américas.

Ao longo do World Forum mais de 250 profissionais de primeira infância de todo o mundo, inclusive do Afeganistão, Brasil, Colombia, Egito, Etiopia, Iraque, Myanmar, Paquistão, Peru, Qatar, Zimbabwe, Kenia, Australia, Nova Zelandia e tantos outros, apresentaram trabalhos.

Alguns tópicos discutidos durante o evento foram; Imigração, Direitos das Crianças, Participação Infantil, Populações Nativas, Princípios Universais para um Currículo de Educação Infantil, Natureza e Primeira Infância, Diversidade Cultural, Crianças de 0 a 3 anos, Tecnologia e Formação Inicial e Continuada de Professores, Tendências e Modelos de Organização de Espaços, Crianças e Necessidades Especiais, Brincar, Educação para a Paz, Homens na Educação Infantil, Advocacy e Políticas Públicas, Observação, Cuidado de Crianças fora da Educação Infantil (EI), Respondendo a Situações de calamidade/emergência, Empoderando Pais como Defensores das Crianças, Parceria com Famílias, Nutrição, Desenvolvimento mental, Liderança, Arte-Educação, Avaliação no processo, Educação Multilíngue, Qualidade versus Sustentabilidade, e muito mais.

A missão do World Forum, organização civil sem fins lucrativos, é de promover uma troca de ideias permanente e global sobre a oferta de serviços de excelência para a primeira infância em ambientes os mais diversos.

Um dos projetos do WF é o Global Leaders for Early Childhood cujo objetivo é identificar, selecionar e oferecer suporte e subsídios a profissionais que militam pela primeira infância em diferentes lugares do mundo. A ideia é que fortalecidos e instrumentalizados eles possam contribuir mais efetivamente para garantia dos direitos da primeira infância. Os GL são agrupados por região, a exemplo de Américas, África, Oriente Médio e Ásia- Pacífico.