Notícias

Comunidade de Aprendizagem realiza encontro internacional em São Paulo

19/08/16 10:38 - Notícias

19 de agosto de 2016

Uma conversa sobre como tornar os espaços educativos mais abertos, inclusivos e dialógicos, acolhendo e respeitando a voz de todos os atores que fazem parte da comunidade escolar e seu entorno. É o que propõe o VI Encontro Internacional de Comunidade de Aprendizagem, que será realizado nesta sexta-feira e no sábado (19 e 20 de agosto), em São Paulo. Um dos destaques é a presença de Rámon Flecha, catedrático da Universidade de Barcelona e criador do movimento que deu origem ao conceito de comunidades de aprendizagem, que vai apresentar uma conferência sobre o papel do diálogo para a aprendizagem.

A Avante – Educação e Mobilização Social estará representada no encontro pelas consultoras associadas e formadoras certificadas pelo Comunidade de Aprendizagem, Ana Luiza Buratto, Carol Duarte, Gláucia Borja e Rita Margarete. A instituição executa o projeto nos municípios cearenses de Horizonte e Fortaleza, e em Camaçari (BA), em parceria técnica com o Instituto Natura.

Na programação, a apresentação da pesquisa “Mapa de políticas educacionais na América Latina: inclusão social e participação da comunidade”; debate com especialistas em políticas públicas, mediado pelo coordenador do Comunidade de Aprendizagem, Jonas Waks; diálogo com estudantes de escolas municipais de Cajamar, Mogi Mirim e São Paulo, mediador por José Ricardo Paim, formador e consultor do projeto.

Haverá também uma mesa composta por representantes do Instituto Rodrigo Mendes, Todos pela Educação e Cidade Escola Aprendiz, para discutir a participação educativa da comunidade e práticas inclusivas. Ao final, serão divulgados os selecionados na ação de reconhecimento: Eu quero meu acervo para as Tertúlias Dialógicas!

Comunidade de Aprendizagem

O Comunidade de Aprendizagem é um projeto de transformação social e cultural que tem início na escola, mas que se expande para toda a comunidade a partir da participação de familiares, funcionários, alunos e voluntários nas decisões e atividades da escola. Para ser uma Comunidade de Aprendizagem a escola implementa “atuações educativas de êxito” e passa por um processo de transformação que envolve seus diferentes atores.