Notícias

Cenário da Educação brasileira é discutido em evento que reúne representantes de todo o País

26/11/18 17:19 - Notícias

26 de novembro de 2018

Para entender melhor o atual momento brasileiro para a Educação e promover o intercâmbio de experiências na busca por soluções inovadoras e criativas para ampliação do acesso e melhorias da qualidade da Educação Infantil para cerca de 20 milhões de crianças de 0 a 6 anos, cidadãs de todas as partes do país, a Avante – Educação e Mobilização Social promove Diálogos: Perspectivas e desafios da Educação Infantil brasileira, à luz da experiência Paralapracá. Foram convidados especialistas renomados no cenário nacional, secretários de Educação e equipes dos municípios parceiros, além de representantes de institutos, fundações, gestores municipais, profissionais da área, universidades, pesquisadores e sociedade civil organizada.

Estarão reunidos na Quinta da Beneficência Portuguesa, em Salvador (BA), das 9h às 18h, no dia sete de dezembro (07/12/2018), representantes da Campanha Nacional Educação, do Itaú Social, do MIEIB, Pórticus, da RNPI, da UNDIME e do Instituto C&A; representantes baianos da Secretaria Estadual de Educação, Conselho Estadual de Educação, FBEI (Fórum Baiano de Educação Infantil), UFBA, UNCME/BA, UNEB; além de secretarias municipais de Educação atendidas pelo Paralapracá: Maracanaú (CE), Maceió (AL), Natal (RN), Olinda (PE) e Camaçari (BA), e representantes de outros municípios brasileiros.

As bases do encontro estão sedimentadas nos princípios do programa Paralapracá, cuja metodologia foi elaborada e aperfeiçoada a partir da parceria com o Instituto C&A, por meio do Programa Educação Infantil, entre 2010 e 2017. O Paralapracá agrega princípios desenvolvidos pela Avante ao longo de mais de 20 anos de experiência na formação de redes de apoio e cooperação para a consolidação dos marcos legais da Educação brasileira para uma sociedade mais justa e solidária.

Paralapracá

O Paralapracá é um programa que visa contribuir para a melhoria da qualidade do atendimento às crianças na Educação Infantil, com vistas ao seu desenvolvimento integral, por meio da formação de profissionais desse segmento. A iniciativa foi lançado em 2010, inicialmente focada na região Nordeste, chegando a dez (10) municípios, em dois ciclos de implementação, atendendo a mais de 40 mil crianças (de 0 a 6 anos) e aprimorando a formação de mais de 500 profissionais das comunidades escolares envolvidas. Como experiência concreta para a Educação Infantil, a metodologia do Programa tornou-se consagrada pelo Guia de Tecnologias Educacionais do Ministério da Educação (MEC), ganhando caráter nacional.

Serviço:

O quê: Diálogos: Perspectivas e desafios da Educação Infantil brasileira, à luz da experiência Paralapracá

Onde: Quinta da Beneficência Portuguesa, Salvador/BA

Quando: 07 de dezembro de 2018

Período: 9h30 às 17h30

 

PROGRAMAÇÃO

O evento está dividido em dois momentos:

O primeiro (mesa 01) Manhã (9h30 – 12h): Sustentabilidade dos princípios propostos pelo Paralapracá- formação continuada em serviço; qualidade de ambientes e materiais; investimento público e participação social. Reúne a rede de municípios que integraram o Paralapracá, compartilhando estratégias de sustentabilidade dos resultados alcançados.

No segundo (mesa 02) Tarde (14h – 17h30): Desafios e estratégias para sustentabilidade. É proposto um diálogo ampliado com atores estratégicos responsáveis por ou que contribuem para a garantia do direito à Educação Infantil.

As discussões traçadas ao longo do dia serão sistematizadas e compartilhadas publicamente, contribuindo para a reflexão e para a construção de estratégias que contribuam para a garantia de uma educação de qualidade nos municípios brasileiros.

Convidados:

  • Representações do Paralapracá: Maracanaú (CE), Maceió (AL), Natal (RN) e Camaçari (BA). E municípios baianos: Barra do Choça, Candeias, Lauro de Freitas e Salvador.
  • Representação – Bahia: Secretaria Estadual de Educação, Conselho Estadual de Educação, FBEI (Fórum Baiano de Educação Infantil), UNEB, UFBA, UNCME/BA

 

  • Representantes Nacionais:  

Sumika Freitas – da Campanha Nacional pelo Direito à Educação

Ângela Dannemann – do Itaú Social

Rita Coelho – MIEIB

Maria Thereza Marcilia – RNPI (Rede Nacional Primeira Infância)

Ricardo Amorim – ex secretário de Educação de Barra do Choça (BA)

Patricia Lacerda – do Instituto C&A