Banco de Projetos

troca de briq rede nac-noticiasA Avante – Educação e Mobilização Social desenvolveu, ao longo de sua trajetória, um leque de projetos e programas, afinados com as linhas da instituição e dedicados a influenciar positivamente na garantia de direitos. Essas tecnologias sociais podem ser apoiadas e trazer novos desdobramentos, desde que contem com parcerias e apoiadores institucionais e financeiros, com o interesse em tornar essas ações viáveis.

PROGRAMA PARALAPRACÁ BRASIL

O Paralapracá é um programa de formação continuada, com foco na formação de formadores, tanto no âmbito das secretarias, quanto nas instituições de Educação Infantil. O Programa visa contribuir para a melhoria da qualidade do atendimento às crianças que frequentam instituições de Educação Infantil, com vistas ao seu desenvolvimento integral.

São abordados eixos centrais do currículo desse segmento e a importância da qualidade do ambiente educativo, a fim de que coordenadores pedagógicos e técnicos das secretarias de educação possam desenvolver ações formativas, fortalecendo as instituições de educação infantil como espaços de desenvolvimento profissional permanente; assim como as políticas relativas a este segmento com ações de apoio à gestão relativas a: currículo, formação e infraestrutura e materiais.

Enquanto projeto, o Paralapracá foi desenvolvido pela Linha de Formação de Educadores e Tecnologias Educacionais, como parte do Programa Educação Infantil do Instituto C&A e implementado em 10 (dez) municípios do Nordeste, ao longo de 6 (seis) anos, desde 2010. Em 2015 a tecnologia social do projeto (Formação Continuada de Educadores) desenvolvida a partir da parceria técnica com o Instituto C&A, ​foi transferida para a Avante, passa​ndo​ a integrar o Guia de Tecnologias Educacionais do Ministério da Educação (MEC), ​o que confere notório saber à instituição na formação continuada de profissionais d​a​ educação infantil. O projeto, então, ganha um novo formato – Programa Paralapracá Brasil, disponível a todos os municípios brasileiros interessados em investir em uma Educação Infantil de qualidade. Saiba como participar

TECENDO A MANHÃ

A razão de ser do desenvolvimento deste projeto é a constatação da vulnerabilidade das condições de vida de boa parte das famílias brasileiras, e de suas consequências na proteção, cuidados e educação de suas crianças, especialmente as de 0 a 6 anos, considerando-se que, como se sabe, o que ocorre nesta faixa etária é crítico e quase decisivo no desenvolvimento humano.

Síntese do Projeto: 1) pesquisa de linha de base sobre como as famílias da amostra selecionada no município cuidam de suas crianças de 0 a 6; 2) capacitação de multiplicadores/reeditores sociais para trabalhos com famílias; 3) elaboração de mapas de políticas públicas e serviços municipais para crianças de 0 a 6 e suas famílias; 4) mobilização e qualificação de instituições do Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente (SGD); 5) elaboração de cartilha de orientação, especialmente para as famílias, sobre o SGD; 6)capacitação de gestores, professores e auxiliares de Centros de Educação Infantil.

 

BALCÃO DA JUVENTUDE

O Projeto Balcão da Juventude destina-se a atender jovens com idade entre 14 e 24 anos, com o propósito de apoiá-los no exercício pleno da cidadania e na sua inserção digna no mundo do trabalho. O projeto conta com quatro ações integradas entre si: o atendimento, que chamamos de Balcão de Acolhimento – espaço de escuta, triagem e encaminhamento das demandas dos participantes do projeto; os Grupos de Desenvolvimento – espaço de discussão e reflexão de temáticas ligadas à juventude; Grupos de Projeto de Vida – focados na orientação vocacional e na construção do projeto de vida dos jovens; Inserção – apoio ao jovem na qualificação e inserção no mundo do trabalho, por intermédio da constituição de parcerias.

PROTRABALHO – QUALIFICAÇÃO SOCIOPROFISSIONAL PARA JOVENS ADOLESCENTES 

O ProTrabalho é um projeto de formação socioprofissional voltado para adolescentes com 16 e 17 anos que estejam em condições de vulnerabilidade social e, por isso, são vítimas de iniquidades, a exemplo da marginalidade e do desemprego. Os objetivos do Projeto são: fortalecer os saberes desenvolvidos pela escola pública, mais especificamente os relacionados ao conhecimento da língua portuguesa, da matemática, da natureza e da sociedade, essenciais na formação básica dos jovens; promover a inclusão digital, contribuindo para sua atuação socioprofissional futura, utilizando programas e ferramentas existentes; desenvolver conteúdos de formação geral para o mundo do trabalho, na perspectiva de uma inscrição futura na sociedade do emprego formal e/ou autogestora e solidária.

CASA DO PROFESSOR

A proposta da Casa do Professor nasce do desejo de viabilizar um espaço de convivência, aprendizado e troca para os professores, proporcionando não apenas a oportunidade de atualização e formação, como também o acesso a instrumentos de trabalho que não estão disponíveis na maioria das escolas da rede pública de ensino. Diante das dificuldades e limitações por que passam as escolas públicas brasileiras, especialmente no que se refere a investimentos ligados à qualificação profissional, a Casa do Professor pretende ser uma parceira da escola, constituindo-se em uma alternativa importante para viabilizar essa formação e mobilizar os professores que precisam de motivação para construir as competências necessárias para o exercício consciente e qualificado da profissão. A Casa do Professor é a oportunidade para que muitos professores tenham acesso ao saber e ao desenvolvimento pessoal e profissional, e possam perceber-se integrantes de uma grande rede. Os beneficiados diretos serão os professores, mas por meio deles, inúmeros estudantes poderão ter a oportunidade de contar com profissionais melhor preparados e mais motivados para ajudá-los na consolidação da cidadania. A Avante já conta com amplo acervo técnico constituído de documentos, livros, publicações, que poderá ser um rico instrumento de consulta e aprendizagem.

LER E ESCREVER PRA VALER

A ideia geradora deste projeto é que a formação de sujeitos letrados, usuários competentes da Língua, deixe de estar apenas no discurso, já tão conhecido pela comunidade de educadores, passando a ser traduzida em ações pedagógicas mais coerentes, fundamentadas e eficazes. O Projeto tem como estratégia a formação de professores e coordenadores pedagógicos das séries iniciais do Ensino Fundamental, a partir da análise e reflexão sobre a prática, definição de metas e monitoramento de resultados, como formas de promover o desenvolvimento profissional, disseminar ideias e promover a efetivação do direito à aprendizagem da leitura e escrita na idade adequada.