Notícias

Avante participa da abertura da 6ª Bienal de Jovens criadores da CPLP

10/12/13 12:26 - Notícias

10 de dezembro de 2013

Avante participa da abertura da 6ª Bienal de Jovens criadores da CPLPCom o tema “Política Pública de Juventude e Cultura Livre”, a 6ª Bienal de Jovens Criadores da Comunidade de Países da Língua Portuguesa (CPLP), aconteceu com o objetivo de consolidar este espaço como um fórum de diálogo, incentivando, apoiando e promovendo a criatividade, inovação e empreendedorismo da juventude da lusofonia (jovens que integram países, regiões, estados ou cidades falantes da língua portuguesa). A cerimônia de abertura aconteceu no dia 3 de dezembro, no Teatro Castro Alves, contou com apresentações artísticas dos jovens de São Tomé e Príncipe, Portugal, Angola, Timor Leste, Cabo Verde, Moçambique e Brasil – países que participaram da bienal.

A Avante – Educação e Mobilização Social foi representada por Ivanna Castro, consultora técnica da Linha de Formação de Agentes Culturais, que conferiu de perto a abertura da Bienal: “esse evento é muito importante para a articulação de jovens dos sete países que falam a língua portuguesa. Além de promover a aproximação e troca entre as diferentes identidades culturais, promove a integração e consolidação de políticas públicas para este público”, comenta Ivanna.

Também participaram do evento, a antiga Secretaria de Relações Internacionais e as Secretarias Estaduais de Promoção da Igualdade Racial; de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza; do Turismo; e do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte. Estiveram presentes, ainda, o ministro Gilberto Carvalho; da Secretaria Geral da Presidência da República; a secretária nacional de juventude, Severina Macedo; e o secretário de cultura do estado da Bahia, Albino Rubim.

O evento foi realizado pela Secretaria Geral da Presidência da Republica, por meio da Secretaria Nacional de Juventude, em parceria com os Ministérios da Cultura, do Esporte e das Relações Exteriores, além das secretarias estaduais de Relações Institucionais, via Coordenação de Políticas Pública de Juventude, e da Cultura.

A 6ª Bienal

A VI Bienal dos Jovens Criadores da CPLP teve como principal diretriz contribuir para a integração e construção de novos caminhos para a formação cidadã das juventudes de seus países membros,  por meio da aproximação e troca entre as diferentes identidades culturais e das políticas públicas para a juventude.

Na Bienal houve uma seleção nacional e outras internacionais de projetos de atividades e experimentações artísticas de jovens de 18 a 30 anos. Em âmbito nacional foram selecionados até 100 jovens, por meio de edital, com até 40 trabalhos que compreendem as seguintes linguagens: Artes Visuais: exposições e mostras de pintura, escultura, desenho, gravura, grafite e fotografia e intervenções urbanas; Arte Digital: videoarte, instalação, performance, web arte, mapping; Artes Integradas: que contemplam mais de uma linguagem; audiovisual – curtas, médias metragens; Circo – espetáculos circenses de rua ou palco; Dança – espetáculos de dança de rua ou palco;  Música – shows, DJs e VJs; Teatro – performances e espetáculos de teatro de rua ou palco, adulto ou para infância e juventude; Literatura – publicações (ex: cordel, H.Q, prosa, poesia, poesia) com finalidade de divulgação e contação de histórias; Artes Aplicadas: coleções de moda e jóias.

Além do Brasil, os países que integram a CPLP, são: Portugal, Angola, Moçambique, Timor Leste, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe e Guiné Bissau.

A bienal aconteceu até o dia 7 de dezembro, na Biblioteca dos Barris e no Pelourinho.