Notícias

#20anosAvante – Mulheres da Paz, contra a violência doméstica e urbana

25/11/16 14:19 - Notícias

25 de novembro de 2016

Deborah Kotek Selistre Osório trabalhou intensamente na elaboração de projetos na Avante – Educação e Mobilização Social, na captação de recursos da instituição e integrou a equipe técnica do Mulheres da Paz. O projeto selecionou e capacitou mulheres em situação de vulnerabilidade social para a atuação qualificada nas comunidades para prevenção e enfrentamento à violência doméstica e urbana.
A ação (2009 a 2011) é parte da história dos #20anosAvante, que tem esse trecho voltado para o enfrentamento à violência contra as mulheres, em especial  adolescentes e jovens, contado por Deborah que hoje atua socialmente como professora e consultora na área de gestão de projetos.

“É sempre muito bom e muito difícil falar sobre a Avante. As mesmas lembranças que aquecem meu coração são as mesmas que deixam meus olhos rasos d’água de saudade”, disse ao iniciar a sua contação de história pela celebração dos 20 anos da instituição. “A Avante é terra fértil e chuva boa. É a menina do dedo verde que faz brotar frutos e flores em tudo que toca. Nela vivi Grãos germinarem empreendedoras retadas. Vivi mulheres de todas as cepas – lideranças comunitárias, mães enlutadas, psicólogas, pedagogas, historiadoras, administrados – florescendo Mulheres da Paz; educandas e educadoras transformadas no e pelo processo, sem distinção. Vivi o tear que constrói redes articuladas de fortalecimento dos municípios para o cuidado da criança e atenção à família, redes fortes lindamente emaranhadas”.

O Mulheres da Paz foi uma das ações da instituição que vem atuando pelos direitos das mulheres. Em específico, o projeto focou na construção e fortalecimento de redes sociais de prevenção e enfrentamento à violência contra as mulheres. A Avante foi responsável pela contratação de profissionais para formação de uma equipe multidisciplinar; elaboração do plano de curso para a capacitação envolvendo conteúdo programático e estratégia metodológica; concepção e produção dos materiais didáticos e de apoio (3 publicações); coordenação pedagógica da capacitação das mulheres; avaliação do processo formativo e acompanhamento e suporte às atividades realizadas pela equipe multidisciplinar junto às Mulheres da Paz na atividade de campo.

Na fase final foi também realizada capacitação da Equipe Multidisciplinar em Psicologia Social-grupos operativos. A iniciativa aconteceu nas áreas conflagradas do foco territorial do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (PRONASCI), do Ministério da Justiça.

Deborah ressalta a forma articulada, dialógica e coletiva do fazer Avante, que vai construindo história, refazendo vidas e transformando realidades. “A Avante é o exemplo vivo de que um galo só não tece a manhã, e da importância que têm aqueles que pegam para si a responsabilidade de apanhar e lançar adiante o primeiro grito. Sigam assim, como escreveu João Cabral – ‘se encorpando em tela, entre todos /se erguendo tenda, onde entrem todos /se entretendo para todos, no toldo’”.