Notícias

#20anosAvante – Firme no conteúdo e suave no trato

14/07/16 14:48 - Notícias

14 de julho de 2016

Firme no conteúdo e suave no tratoArthur Sampaio é presidente da Avante – Educação e Mobilização Social há 10 anos (2006 – 2016). Empresário do setor privado, com intensa participação em organizações associativas, Dr. Arthur foi presidente da Junta Comercial da Bahia (JUCEB), do Clube de Diretores Lojistas de Salvador, vice-presidente da Associação Comercial da Bahia (ACB), dentre muitas outras. Para ele, que acompanha o trabalho da instituição desde a sua fundação, a Avante se caracteriza pela firmeza de conteúdo e suavidade no trato.

Diz o ditado popular que a primeira impressão é a que fica. Se esta máxima serve para todos, e todas as situações, é um mistério, mas para Dr. Arthur Sampaio tem se consolidado ao longo dos anos. “A primeira memória que tenho da Avante é a simplicidade e a autenticidade da primeira reunião que eu participei”, conta. O evento citado aconteceu no início dos anos 2000, na primeira sede da instituição, na então residência de Ana Luiza Buratto, uma das fundadoras.  “Ali, bem embaixo de uma mangueira enorme, o clima, a proposta do que seria, do que se tornaria a Avante… fiquei impressionado com o que a instituição já estava fazendo e se propunha a fazer”.

A pureza de princípios, para Dr. Arthur, tem sido a marca da Avante ao longo desses 20 anos. “Eu fiz 70 anos esse ano, devo ter 47 de formado. Como fui emancipado com 16 anos, então, quantos anos eu já tenho de trabalho? Eu já vi muita coisa na vida, certo? As instituições, as entidades, as empresas começam com a melhor das intenções, mas desvirtuam, falta um pouco de tenacidade. O que me impressiona na Avante é a presença dessa tenacidade. Uma vez eu ouvi em algum treinamento que fiz: ‘a pessoa tem que ser firme no conteúdo e suave no trato’. E a Avante é firme no conteúdo e é suave, ela se mantém no caminho”, ressalta.

O presidente ressalta que, apesar dos desafios encontrados nessa trajetória, o que tem testemunhado é uma instituição que “vence” e mostra “uma competência” para continuar na ativa nos contextos mais desafiadores. “Eu não gosto de falar em crise, sou um otimista inveterado. Acredito que quando a gente se mantém trabalhando sério não tem crise. Mas eu fico invocado como a Avante consegue aprovar tantos projetos. Crise existe, uma crise moral, política, mas isso não impede que, apesar de ser pequena, a instituição continue a ser uma agente de mudança. Ao invés de ficar falando em crise, está trabalhando, trabalhando com seriedade. E com esse trabalho, está inviabilizando que a crise continue”.

Integrante de muitas entidades, Dr. Arthur afirma ter usado o exemplo da Avante em diversas situações e compara a instituição a outra da qual afirma ter profunda admiração, por motivos semelhantes. “É um pouco do que vejo na Fundação Casa de Jorge Amado, embora os objetivos sejam diferentes. Talvez por isso eu me anime a continuar nas duas entidades por tanto tempo. Esse não é meu perfil. Eu só continuo por muito tempo, até hoje, em meu casamento [sorrisos]. Eu não gosto de me eternizar nos lugares”.

A atuação em rede da instituição é outro ponto que provoca grande impressão em Dr. Arthur.  “É impressionante a maneira como a Avante se espalha. É um espalhar do bem, e sem muito alarde, muita propaganda. De vez em quando alguém me liga de algum lugar: Euclides da Cunha, Paraíba… pra contar que a Avante está atuando lá. De outra vez, encontro com Maria Thereza [fundadora da Avante] no aeroporto rumo à Itália [intercâmbio de Reggio Emília – 2013]. É um negócio assim, sensacional. Em rede, o nome moderno é esse”.

O impacto que a Avante vem provocando ao longo dos anos com sua atuação destaca-se, aos olhos de seu presidente, pela constância em sua trajetória. “A Avante não estaria aí há 20 anos trabalhando, fazendo, primeiro o nome, e mantendo, que é o mais difícil, se esse impacto não fosse o melhor possível. Eu não estou na ponta de nenhuma das ações da instituição, mas fui a algumas reuniões. Estive, por exemplo, no Calabar [bairro de baixa renda em Salvador – BA] e senti a mudança. Imagino que devam ter coisas maiores. O trabalho da Avante com o formador, por exemplo, me encanta muito porque ela alcança um impacto muito maior trabalhando com esse público”.

“Eu aprendi, depois ensinei, que todas as entidades são grupos sociais. E a Avante é um grupo social que realmente encanta”.