Notícias

#20anosAvante em defesa de um Brasil mais democrático, justo, livre e atento para a manutenção de direitos

04/01/17 14:29 - Notícias

4 de janeiro de 2017

“Só a escola corrige o Brasil”. A frase está na publicação A direção do olhar do adolescente focalizando a escola, escrito em 1998, como uma reflexão e sistematização da experiência do projeto Todos pela qualidade da educação – o adolescente por uma escola melhor, que rendeu à Odebrecht o prêmio ECO e consolidou a atuação da Avante – Educação e Mobilização Social como ONG. Na ocasião, Marilu Medeiros integrava a equipe da iniciativa, que se configurou como sua porta de entrada para a parceria profissional com a Avante. “Quase mil jovens se envolveram nesse projeto, promovendo e vivendo oficinas pedagógicas nas quais evidenciaram um comprometimento com a educação, com o país e, acima de tudo, com a crença ou reafirmação de uma autoestima que os configuram como sujeitos de direito”, conta Marilu Medeiros.

Ela recorda um tempo no qual a instituição ainda se chamava Avante – Qualidade e Vida. “Quando penso na Avante, inicialmente, em minha percepção, acompanhada da expressão, ‘qualidade e vida’, me vem à mente a década de 90, quando então um grupo de homens e mulheres – predominantemente, de mulheres, profissionais bem-sucedidas -, que, em um determinado momento de suas vidas, foram desafiados a constituir esta ONG como um modo de enfrentar e de lutar para o que ainda era incipiente no Brasil: a constituição de políticas públicas. Aliada a essa ideia, emerge a defesa de crianças e adolescentes como sujeitos de direito, como também a intransigente e forte imersão no campo da mobilização e capacitação docente num espaço de uma democracia radical”, lembra.

Para Marilu Medeiros, o próprio nome Avante remete a uma potência de agir. “Nada que caracterize ‘um falar sobre algo’. Muito mais um ‘fazer algo’, com competência, pertinência intransigente, muito afeto e luta obstinada por processos democráticos. São forças que afetaram e que continuam, em minha percepção, a mover a Avante. Sempre à frente! Sempre colocando em prática processos, práticas e teorias em defesa da educação e de um mundo mais justo e livre”.

Hoje a Avante – Educação e Mobilização Social comemora #20anosAvante no empenho da concretização da sua missão e permanece uma instituição predominantemente feminina. “Nesse desenho, que se consolidou ao longo desses 20 anos, renovam-se as imagens de mulheres fortes, com abertura ao diálogo, imersas em projetos, programas e estratégicas para a promoção de direitos sociais da infância, da adolescência, assim como de formadores de formadores.

Atualmente, mais madura, experiente e abrangente, a Avante abraça sua causa com a mesma paixão e vontade de transformação, ocupando espaço no cenário nacional e internacional. “Há um adensamento dessas defesas em uma geopolítica que se ramifica não só no país, mas se rizomatiza em diversificados espaços de instituição do que se pode clamar de uma boa política. Uma política que não busca dominar; uma política que se funda no diálogo entre iguais com o outro; numa política que traça, de modo conjunto, objetivos, metas, tecnologias de intervenção”, disse Marilu.

Marilu Medeiros destaca o trabalho coletivo, articulador, em rede e afetivo da instituição. “Suas defesas, suas práticas, vieram e se instalaram em mentes e corações, e não só em Salvador ou Bahia. Espalhadas em redes, se fortificam na mobilização e defesa por um Brasil mais democrático, justo, livre e permanentemente, atento para a manutenção de direitos na sua área de ação.”