Notícias

#20anosAvante de uma missão que faz a diferença

14/09/16 13:54 - Notícias

14 de setembro de 2016

Ao longo dos #20anosAvante a instituição foi agregando parceiros que, em algum momento, tomaram uma outra estrada, deixando marcas afetivas e contribuições que fortaleceram a missão institucional de “contribuir para a formação do cidadão, pela educação e o desenvolvimento de tecnologias de intervenção social, visando a garantia dos direitos sociais básicos e ao fortalecimento da sociedade civil”. Entre eles, Guilherme Osório, que participou de diversos projetos da instituição como o Tecendo a Manhã, que contribuiu para o desenvolvimento infantil de crianças de até seis anos e a diminuição da situação de vulnerabilidade desse público em relação à violência, nos municípios baianos de Mata de São João e Euclides da Cunha; e projetos de Erradicação do Trabalho Infantil. Além de ter sido membro do Comitê Gestor da Avante entre 2007 e 2009. “Sempre percebi que as ações da Avante fazem a diferença!!! Os projetos e ações desenvolvidas sempre estiveram corretamente relacionadas com a missão da instituição”.

Segundo ele, a Avante fez parte de uma das melhores fases de sua existência. “Muito do que aprendi na Avante levo à frente para minha vida e educação de meus filhos”, diz Guilherme Osório ao ser questionado sobre suas primeiras lembranças em relação à instituição. “Lembrar da Avante, é relembrar de pronto a luta desenvolvida por todos no sentido de melhorar a cidadania e a educação da sociedade civil brasileira. A Avante, nos 4 anos em que lá estive, e sempre na sua trajetória, traçou estratégias, projetos e ações voltadas ao fortalecimento das instituições, das pessoas e pela boa política pública. A cidadania, sempre valorizada; nossas crianças, respeitadas e fortalecidas; nossa Educação, reforçada e reconstruída, sempre sob os pilares dos melhores filósofos brasileiros, Paulo Freire e Darcy Ribeiro, sob os olhares e observações sempre pertinentes”, recorda.

Guilherme conheceu a Avante por meio de relacionamentos de amizade e familiares, quando ele e a esposa, Deborah Osório, vieram morar em Salvador, em 2007. O encontro com a instituição foi marcado pela identificação imediata. “Além dos trabalhos que desenvolvia, senti a necessidade de construir outras alternativas, inclusive de relacionamento. E a Avante me deu muito mais que isto. Trouxe um conjunto maravilhoso de pessoas alegres, felizes, preocupadas, comprometidas com seus ideais, focadas no desenvolvimento do país. Pude conhecer mais a realidade baiana trabalhando em projetos de Erradicação do Trabalho Infantil, com a OIT [Organização Internacional do Trabalho], ou os Mapas de Ferramentas Sociais, com o UNICEF, e tive a certeza que estava do “lado certo” na busca por uma sociedade mais justa, leal e verdadeira”, conta.

“A luta da Avante sempre foi pelo fortalecimento da cidadania, com ferramentas como educação, mobilização social, promoção de políticas públicas de inclusão e a republicana luta pelo fortalecimento da nossa democracia, atualmente tão fragilizada”, diz Guilherme, que finaliza ressaltando a alegria de falar, lembrar ou pensar na instituição. “Tanto bem me fez, que entre as boas lembranças baianas, são grandes e melhores as lembranças da AVANTE!!! No tempo que moramos em Salvador, tivemos nossos filhos, pequenos baianos, mas sempre, como todos nós, GRANDES AVANTES!!! Força pessoal, obrigado por existirem e fazer a diferença na vida de todos nós”.