Notícias

#20anosAvante – articulação pela primeira infância, atuando na RNPI

01/08/16 15:09 - Notícias

1 de agosto de 2016

O olhar da Avante – Educação e Mobilização Social sobre os direitos das crianças é fincado na raiz da sua existência. #20anosAvante na luta pelos direitos dos cidadãos, reconhecendo a criança como tal; na formação de educadores (em especial da Educação Infantil); pelo direitos das mulheres; pela parternalidade. A entrada da instituição para a Rede Nacional Primeira Infância (RNPI) dá início a mais um capítulo dessa trajetória e amplia sua militância e natural capacidade de articulação, sempre conectada com a vanguarda nacional e internacional.

A RNPI, hoje uma articulação de aproximadamente 200 organizações com atuação em quase todo o território nacional, cuja missão é a defesa e garantia dos direitos da primeira infância, conseguiu ao longo da sua existência, incidir em políticas públicas, a exemplo do Plano Nacional pela Primeira Infância (PNPI) e do Marco Legal da Primeira Infância. E lá estava a Avante, integrante, depois secretaria executiva no biênio 2011-2012, atualmente membro do Grupo Gestor, integrante do GT de Participação Infantil e secretaria executiva da Rede Estadual Primeira Infância da Bahia (REPI – BA). A nova instância de participação institucional fortaleceu a sua missão e possibilitou um alinhamento da luta, dos princípios, dos projetos, ampliando o seu poder de atuação.

Maria Thereza Marcilio, que na época atuou como elemento catalisador desse importante passo para a instituição, conta que tudo começou com a sua indicação para Global Leader da Educação e Cuidado Infantil, projeto do World Forum on Early Childhood Care and Education. Fomos convidados a entrar na RNPI no ano de 2009. À época, eu tinha sido indicada para ser Global Leader. Nesse projeto, fui parceira de Gustavo Amora [também Global Leader], então assessor da Secretaria Executiva da Rede Nacional”.

Juntos, Maria Thereza e Gustavo Amora desenvolveram a publicação: Primeira Infância em Primeiro Lugar: experiências e estratégias de advocacy. “Durante o trabalho de preparação do material de apresentação da publicação, Gustavo e eu conversamos muito, trocamos muita experiência, muito das nossas questões e das nossas práticas e ele então perguntou por que a Avante não entrava para a RNPI”, conta Maria Thereza.

A motivação de Gustavo foi o trabalho desenvolvido por Maria Thereza na produção do livro, que desvelou aos poucos o perfil da organização e a consistência do seu trabalho em Educação Infantil. Até então, a Rede era desconhecida para Maria Thereza e para a Avante. No entanto, em consonância com o caráter vanguardista e ousado da instituição: “Disse a ele que tudo bem e pleiteei uma candidatura”.

A Avante foi aceita nesse mesmo ano (2009) e passou a integrar a Rede que, à época, possuía cerca de 70 a 80 organizações e tinha como secretaria executiva a OMEP Brasil [Organização Mundial de Educação Pré-Escolar)], coordenada por Vital Didonet, um nome respeitado nacional e internacionalmente. Desde então, a RNPI já era muito aguerrida e muito presente nas questões da primeira infância no Brasil, não só da Educação Infantil. A Avante se integrou imediatamente, contribuindo de todas as formas e participando muito ativamente das atividades”, lembra Maria Thereza Marcilio.

Secretaria Executiva

Um ano após se integrar à Rede (em 2010), houve eleição para a nova Secretaria Executiva. Vital Didonet capitaneou candidatos entre as organizações da Rede.  A Avante se candidatou e foi eleita, ocupando o papel no biênio 2011 e 2012. “Foi uma tarefa imensa, uma responsabilidade muito grande, que eu acho que nós desempenhamos com muita tranquilidade, competência, seriedade e responsabilidade, contando com o apoio enorme das mais diversas organizações que integravam a Rede”, atesta Maria Thereza.

A atuação da Avante consolidou o trabalho que vinha sendo desenvolvido por Vital Didonet por meio da ampliação do raio de ação da Rede. Foram criadas duas novas Redes Estaduais Primeira Infância (REPI); aconteceram inúmeros encontros; duas assembleias e diversas reuniões de Grupo Gestor. A Rede deu um salto na comunicação ao apresentar e implementar um plano de comunicação que propunha, entre outras coisas, a reestruturação do portal na web, a presença nas redes sociais e a criação do selo: “Eu faço parte da Rede”.  A gestão da Avante foi encerrada com quase 140 organizações integrantes e a Rede se consolidou como referência para assuntos da primeira infância. “Foi uma trajetória assim, de muito trabalho, mas muito significativa”, finaliza Maria Thereza sobre esse primeiro capítulo da Avante junto à Rede Nacional Primeira Infância.

O período foi marcante para a busca da concretização da missão institucional. Ao longo do caminho, importantes parcerias nasceram. Uma delas, a então coordenadora de Educação Infantil (COEDI), do Ministério da Educação (MEC), Rita Coelho, recentemente exonerada do cargo, considerada coordenadora honorária de Educação Infantil pela Avante e militantes pela qualidade desse segmento da educação do país. “Fui realmente conhecer o ideário, a metodologia de ação e a atuação da Avante, na RNPI. O compromisso ético com a participação, a competência técnica e principalmente a atuação solidária, amistosa e generosa ficaram para mim como marcas identitárias da instituição”, diz.