Últimas notícias

Riacho das Almas (PE) conhece Diagnóstico sobre o Trabalho Infantil

13 de novembro de 2019

Nos dias 14 e 15 de novembro a comunidade de Riacho das Almas (PE) conhecerá dados sobre o trabalho infantil no município. O diagnóstico participativo é a primeira ação do Prote-Já:combatendo o trabalho infantil na indústria da moda, projeto realizado pela Avante – Educação e Mobilização Social, em parceria com […]

A Educação no contexto do trabalho análogo ao escravo

8 de novembro de 2019

A evasão escolar no Brasil é a 3ª maior do mundo, segundo o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Uma das razões para o abandono dos estudos é a necessidade de ajudar no sustento da família, trocando estudo por trabalho. Em Aracatu e Teolândia (BA), segunda e quinta […]

Seminário em Teolândia (BA) discute contexto de trabalho análogo ao escravo

6 de novembro de 2019

O Vozes da Comunidade no combate ao trabalho análogo escravo realizou, no dia 21 de outubro, às 19h, no Centro de Referência e Assistência Social (CRAS) de Teolândia (BA) um encontro com o objetivo de apresentar o Diagnóstico Situacional realizado pelo Projeto acerca do trabalho análogo ao escravo na cidade. […]

Alunos da ESCOLAB assistem peça sobre prevenção ao suicídio

5 de novembro de 2019

Alunos da Escola Laboratório da Prefeitura de Salvador (ESCOLAB), de Alto de Coutos, debateram sobre suicídio, depressão e bullying, na tarde do dia 26 de setembro. O grupo Adolescer com Arte, que une arte e saúde na intenção de compartilhar informações e sensibilizar, encenou a peça Grito de Alerta para […]

Diálogo entre CAPS e famílias promove cuidados com a Saúde Mental

31 de outubro de 2019

O que é o CAPS? A que ele se destina? Como e quando dispor desse serviço? Foi para responder a essas e outras perguntas e promover a melhoria da qualidade de vida das famílias da Escola Laboratório da Prefeitura de Salvador (ESCOLAB), de Alto de Coutos, que o projeto Estação […]

Visibilidade é ponto de partida no combate ao trabalho análogo ao escravo

30 de outubro de 2019

O trabalho análogo ao escravo é realidade na Bahia. Principalmente quando se fala em mão de obra agrária. A invisibilidade dessa conduta, para as comunidades de trabalhadores, tem sido observada nas entrevistas feitas para os diagnósticos situacionais em quatro municípios do Estado: Tanhaçu e Itambé (2017) e Aracatu e Teolândia […]

  • Recursos Investidos 2014-2015

    Recursos Investidos 2014-2015